Fontes chaveadas - Trocar ou Reparar (ART1311)

As fontes chaveadas são tão comuns em nossos dias que quase não nos preocupamos com elas a não ser no momento que apresentam algum problema. Se bem que, em alguns casos seu preço seja tão baixo e a facilidade de troca seja tão grande, o que torna sua substituição pura e simples a solução ideal, existem os casos em que podemos tentar fazer a reparação. Quando isso ocorre e como fazer é o que veremos nesse artigo. (2007)

Em muitos equipamentos modernos a fonte chaveada consiste em módulos que podem ser facilmente trocados quando apresentam algum tipo de problema. O caso mais comum é a de fontes de computadores que podem ser substituídas com muita facilidade quando não funcionam.

No entanto existem casos em que a fonte não pode ser destacada do equipamento, pois está montada na placa com os demais componentes do aparelho. Nesse caso e em outros o profissional pode precisar fazer a reparação ou pelo menos tentar isso.

 

Quando Reparar

Uma fonte chaveada do tipo em módulo ou que possa ser encontrada no mercado como uma unidade completa tem um preço bastante acessível em nossos dias. Esse preço deve ser levado em conta quando pensamos no tempo que gastamos para um eventual reparo e quanto ele custa.

Se não pudermos perder tempo ou ainda se o custo de uma fonte nova for menor do que o custo de nosso tempo para seu reparo, é evidente que a troca é a melhor solução.

Reparar a fonte pode ser interessante, entretanto, nos seguintes casos:

* Detecta-se facilmente que o componente responsável pelo não funcionamento é um capacitor ou outro componente muito barato e que pode ser encontrado em qualquer lugar.

* Não há condições de se obter uma fonte semelhante a curto prazo e o equipamento em que ela funciona não pode esperar.

* A fonte está na placa de um equipamento caro e não pode ser substituída separadamente.

* Não existe uma fonte semelhante no mercado para substituí-la.

 

Nesse caso, é evidente que tentar reparar a fonte é interessante ou a única solução e para isso o leitor deve estar preparado para isso.

 

A Reparação de Fontes Chaveadas

Diferentemente das fontes lineares (analógicas), as fontes chaveadas não podem ser diagnosticadas pela simples medida de tensões.

Nessas fontes encontramos sinais de diversas freqüências, cuja presença não pode ser detectada por um simples multímetro. É claro que podemos testar os componentes com o multímetro, mas isso não permite realizar um teste com a devida segurança, a ponto de nos levar com facilidade à causa de um problema.

Também complica-se o caso do reparador na análise de seus circuitos, pois nem sempre é possível obter um circuito detalhado para análise.

Para facilitar os que desejam fazer o reparo ocorre, entretanto que a maioria dos defeitos está concentrados em poucos componentes ou setores, o que facilita muito o diagnóstico e conseqüentemente a reparação.

 

Principais Problemas:

Da mesma forma que todos os equipamentos eletrônicos existem componentes e setores do circuito que, pelo tipo de operação (correntes mais intensas, etc.) são mais sensíveis à falhas e por isso se tornam responsáveis pela maioria dos problemas. No caso das fontes chaveadas, os principais problemas, com as possíveis causas são:

 

* Fonte inoperante (fusível queimado)

Transistor de chaveamento em curto, outros semicondutores em curto. Fusistores abertos. Em muitos casos, transientes, picos de tensão e mesmo capacitores eletrolíticos com perdas de capacitância podem causar a queima de semicondutores e com isso levar a fonte à inoperância.

 

* Fonte inoperante (fusível bom)

Nesse caso, deve-se verificar o circuito de partida que pode estar com componentes aberto ou ainda fusistores abertos. Isso ocorre se semicondutores, como o transistor de chaveamento entrar em curto. O fusistor abre sem que haja tempo do fusível também abrir.

 

* Saídas com tensões alteradas ou com ripple em excesso

Se o ripple constatado for na freqüência da rede de energia ou num múltiplo da freqüência da rede, por exemplo 120 Hz, podemossuspeitar de capacitores de filtro abertos ou com a capacitância reduzida no setor de entrada (AC) da fonte.

 

* Saídas com tensões alteradas, mas com ripple na freqüência de comutação da fonte entre 10 kHz e 500 kHz

Podemos suspeitar de capacitores de filtro com fugas, abertos ou alterados no setor da fonte depois do transformador, onde se constata o problema.

 

* Barulho contínuo e baixa tensão numa das saídas

Isso pode ocorrer se componentes desse setor estiverem curto, como capacitores eletrolíticos, diodos retificadores e semicondutores usados na regulagem.

 

* Operação intermitente

A fonte liga e desliga de modo intermitente com LEDs indicadores piscando e a tensão na saída oscilando fortemente. Podemos suspeitar de componentes semicondutores em curto ou ainda em problemas do circuito de sensoriamento. O próprio controlador pode estar com problemas devendo ser analisado.

 

É interessante observar que, como em qualquer equipamento eletrônico, uma boa porcentagem dos problemas se deve aos capacitores eletrolíticos.

Um ponto interessante desse tipo de defeito é que podemos facilmente detectar um capacitor com problema pela simples inspeção visual. Capacitores" inchados" ou com sinais de vazamento podem ser detectados facilmente, conforme mostra a figura 1.

 

Figura 1 - Capacitor estufado
Figura 1 - Capacitor estufado

 

Mas, cuidado, um capacitor com problemas normalmente pode " levar" outros componentes à falhas como, por exemplo, causando a queima de diodos e transistores.

 

Conclusão

Dependendo do problema, se for um simples transistor, resistor ou capacitor que custa poucos reais e pode ser detectado facilmente, a reparação de uma fonte é interessante, principalmente se não tivermos tempo ou condições de fazer a substituição.

No entanto, se o problema é maior, e a sua troca for simples (módulo), essa deve ser a solução adotada.

Opinião

Mês de Férias (OP117)

Para estudantes e professores este é um mês diferente. As férias escolares levam esses nossos leitores a esquecer um pouco a eletrônica, se bem que para muitos isso seja impossível.

Leia mais...

Buscar Componentes

Informativo Mensal

 Para se manter atualizado com nossas novidades e notícias, Siga-nos pelo:
Twitter
Facebook
Linkedin

ou torne-se membro de nosso grupo:
Google Group 
Yahoo Group

LIVROS TÉCNICOS

              

Honestidade
O mundo está cheio de pessoas honestas que por toda parte só vêem patifes. (Le monde est plein debraves gens que voient partout que dês dredins.)
Jacques Chardonne (O Amor é muito mais que o amor)

Instituto Newton C Braga - 2014 - Entre em contato - Como Anunciar - Políticas do Site
+conexões

Seja mais um amigo facebook
Siga-me twitter
Apoio Social
Lions Clube de Guarulhos Sul SOS Mater Amabilis
Advertise in Brazil
If your business is Electronics, components or devices, this site is the correct place to insert your advertisement (see more)