NOSSAS REDES SOCIAIS -

Caixa Amplificada Para Violão, Guitarra e Karaokê (ART3014)

São muitos os leitores que nos escrevem pedindo uma caixa amplificada de boa qualidade, simples e com versatilidade suficiente para poder operar com microfone, violão, guitarra e também karaokê.

 

Atendendo a esses pedidos, damos um projeto que sem dúvida irá agradar a todos - uma caixa com mais de 20 W PMPO de potência de excelente som que possui mixer incorporado para três tipos de entrada.

Para os que não sabem, o karaokê é uma modalidade artística em que um sistema de som oferece apenas o acompanhamento de músicas conhecidas e uma pessoa canta ao microfone, no lugar do cantor famoso que fez a gravação no original.

Hoje em dia existem clubes de karaokê (1998) e por este motivo também podem ser encontradas gravações de acompanhamentos da maioria das músicas famosas (playbacks).

Uma maneira simples de ter um karaokê em casa é mixar o sinal de um gravador ou CD-player comum onde é colocada a gravação do playback com o sinal de um microfone.

No entanto, além disso não ser muito simples de fazer, em alguns casos há necessidade de um equipamento de som com características especiais.

Por que não reunir os recursos da mixagem a um pequeno, porém bom amplificador, com a possibilidade adicional de ligar também um captador de violão ou guitarra para outras aplicações?

Temos então nosso projeto delineado: um amplificador de potência com três entradas controladas por mixers.

 

Podemos operar o sistema das seguintes maneiras:

a) somente com um microfone para discursos, palestras, animações teatrais, etc., caso em que ele funciona como uma caixa amplificada.

 

b) com um microfone e captador para violão para estudo de música com acompanhamento ou mesmo pequenos shows.

 

c) com captadores para dois violões ou guitarras para estudos de música instrumental ou uso por conjuntos.

 

d) karaokê e gravador ou CD-player para 1 pessoa.

 

e) com dois microfones e gravador ou CD-player para duas pessoas.

 

 

COMO FUNCIONA

O circuito é bastante simples, pois emprega na etapa amplificadora de potência um circuito integrado que quase não exige componentes externos.

Nas etapas de entrada dos microfones, que podem ser do tipo magnético de baixa e média impedância como os usados em gravadores, temos dois transistores para pré-amplificação e equalização.

Estes dois transistores proporcionam um excelente ganho, o que também é necessário para a utilização com captadores magnéticos de violões e guitarras.

Na etapa de entrada auxiliar, onde ligamos o gravador ou CD-player, não há pré-amplificação, pois o sinal tem intensidade elevada.

A mixagem é feita por três potenciômetros de 100 k que também servem como controle de volume.

Os sinais dos três potenciômetros são levados ao amplificador de potência que, numa carga de 2 Ω chega a fornecer 28 W PMPO ou perto de 7 W rms. Em nosso caso, para não haver sobrecarga, recomendamos o uso de uma carga de 4 Ω.

Para melhor qualidade de som, deve ser usado um alto-falante pesado de 6 a 8 polegadas (15 a 20 cm).

A fonte de alimentação é a própria rede de energia, utilizando-se um transformador de 12 V + 12 V com 1,5 A ou 2 A.

A filtragem deve ser excelente para que não ocorram roncos.

Usamos um capacitor de 2 200 µF para esta finalidade, mas se o leitor quiser pode usar um capacitor de 4 700 µF.

Este circuito também admite a alimentação a partir de bateria de 12 V de carro, caso em que o setor da fonte pode ser eliminado ou acrescentada uma chave que permita os dois tipos de alimentação. Um fusível de proteção deve ser previsto nos dois casos.

 

 

MONTAGEM

O circuito completo do aparelho está na figura 1.

 


 

 

A placa de circuito impresso é mostrada na figura abaixo.

 


 

 

 

O TDA2002 deve ser montado em um bom radiador de calor.

Alguns equivalentes para este integrado como o uPC2002 ou TDA2002A podem ser usados.

As ligações às entradas de sinal devem ser feitas com fios blindados.

Um procedimento que ajuda a reduzir o nível de zumbidos e ruídos consiste em utilizar para a terra de todas as entradas um fio grosso comum sem capa, ligado ao negativo da fonte.

Os jaques de entrada devem ser de acordo com os plugues dos microfones,

captadores de Violão ou guitarra e cabo usado na saída do gravador ou CD-player.

Os capacitores eletrolíticos, com exceção de C11 devem ser para 15 V de tensão de trabalho.

Os demais capacitores podem ser cerâmicos ou de poliéster.

Os resistores são de 1/8 W ou maiores.

O LED indicador é opcional, pois serve apenas para indicar que o aparelho está ligado.

Os potenciômetros de mixagem são lineares de 100 k,

Uma montagem mais sofisticada com potenciômetros também deve ser feita com fios blindados.

Vemos na figura 4 que a caixa para montagem pode ser uma pequena caixa acústica de madeira de dimensões de acordo com o alto-falante usado com os

potenciômetros, chave geral e entradas colocados na parte lateral ou fundo.

Outra opção para os mais habilidosos e construir um painel de alumínio para estes controles e entradas.

Na figura a seguir temos um controle de tom opcional que pode ser agregado ao circuito.

 

 


 

 

 

 

 

 


 

 

 

O cabo de ligação a este controle deve ser blindado e o valor do capacitor pode ser modificado para obter uma faixa de tons de acordo com o gosto de cada um. Na figura acima damos as características do TDA2002 juntamente com sua pinagem.

 

 

PROVA E USO

Para provar, basta ligar na entrada MIC ou Violão/Guitarra um microfone comum dinâmico de 200 Ω ou próximo disso.

Abra o potenciômetro correspondente depois de ligar a unidade. Sua voz deve ser reproduzida com clareza.

Se houver um apito forte (microfonia) isso se deve à proximidade do microfone em relação ao alto-falante.

Use sempre o alto-falante da caixa voltado para o lado oposto em que você posiciona o microfone ou com cabo longo para que fiquem afastados um do outro, isso para evitar este fenômeno.

Para elimina-lo, basta reduzir o volume.

Conforme o tipo de captador para violão ou guitarra, pode ser obtida melhor reprodução na entrada auxiliar.

É o caso de microfones de alta impedância (cerâmicos) que também devem ser usados nesta entrada.

O gravador ou CD-player com a gravação deve ser ligado na entrada AUX e o sinal retirado da tomada de fone do aparelho.

Use um cabo blindado com plugues apropriados.

Ajuste o volume para não haver distorção.

Na figura abaixo mostramos os diversos modos de usar o sistema.

 


 

 

 

Comprovado o funcionamento é só usar o aparelho.

Monte mais de uma unidade se quiser ter um conjunto musical com mais elementos.

 


 

 

 

 

Semicondutores:

CI1 - TDA2002 - circuito integrado - amplificador

Q1, Q3 - BC549 ou equivalente - transistores NPN de baixo ruído

Q2, Q4 - BC548 ou equivalente - transistores NPN de uso geral

D1, D2 - lN4004 - diodos de silício

LED - LED vermelho comum

 

Resistores: (1/8 W, 5%)

R1, R2 - 560 Ω - verde, azul, marrom

R3, R5 - 12 k - marrom, vermelho, laranja

R6, R7 - 47 k - amarelo, violeta, laranja

R7, R8 - 10 k - marrom, preto, laranja

R9, R10, R12, R13 - 1 k - marrom, preto, vermelho

R11, R14 - 100 Ω - marrom, preto, marrom

R15, R16, R17 - 100 k - marrom, preto, amarelo

R18 - 1,5 k - marrom, verde, vermelho

R19 - 220 Ω - vermelho, vermelho, marrom

R20 - 2,2 Ω - vermelho, vermelho, dourado

R21 - 1 ohm - marrom, preto, dourado

P1, P2, P3 - 100 k - potenciômetros lineares

 

Capacitores:

C1, C2, C8, C9 - 4,7 µF/ 16 V - eletrolíticos

C3, C4, C7, C12, C16 - 100 nF - cerâmicos ou poliéster

C5, C6 - 470 nF - cerâmicos ou poliéster

C10 - 10 µF/ 16 V - eletrolítico

C11 - 2 200 pF/25 V - eletrolítico

C13 - 220 µF/ 16 V - eletrolítico

C14 - 470 µF/ 16 - eletrolítico

C15 - 1 000 µF ou 1 500 µF x 25 V - eletrolítico

 

Diversos:

T1 - Transformador com primário de acordo com a rede local e secundário de 12 V + 12 V com 1,5 ou 2 A

S1 - Interruptor simples

F1 - Fusível de l A

FTE - Alto-falante de 4 Ω ou 8 Ω com 15 a 20 cm de diâmetro (ou maior)

Placa de circuito impresso, jaques de entrada, cabo de força, botões para os potenciômetros, suporte para o LED, suporte para o fusível, caixa acústica para a montagem, fios blindados, fios, solda, etc.

 

Artigo publicado originalmente em 1998

 

BUSCAR DATASHEET

 


N° do componente 

(Como usar este quadro de busca)

 

Opinião

Chegada de novos tempos (OP205)

As primeiras indicações que uma volta a normalidade deve começar a ocorrer em breve anima muitas pessoas. De fato, estamos vislumbrando novos tempos, mas precisamos estar atentos para o fato de que tudo vai ser diferente, principalmente para o nosso mundo da tecnologia.

Leia mais...

Provérbio
Os provérbios se contradizem entre si. Esta é a sabedoria de uma nação.
Stanislaw Jerzy Lec (1909 1956) Ideias Mal Penteadas - Ver mais frases


Instituto Newton C Braga
Entre em contato - Como Anunciar - Políticas do Site

Apoio Social
Lions Clube de Guarulhos Sul SOS Mater Amabilis
Advertise in Brazil
If your business is Electronics, components or devices, this site is the correct place to insert your advertisement (see more)