Monitor de Fonte TTL (ART1847)

Escrito por Newton C Braga

O circuito que apresentamos foi sugerido pela National Semiconductor em seu manual de aplicações lineares e consiste num Bargraph para monitoria da tensão de saída de uma fonte de 5 V. São usados 12 LEDs e um integrado LM3914 como base deste simples circuito indicador.

Com o indicador Bargraph descrito, temos a monitoria de tensões na faixa de 4.51 V a 5,41 V, o que corresponde aos mais ou menos 10% de tolerância admitidos para a alimentação de um equipamento TTL.

A alimentação vem do próprio circuito TTL, e inclui-se em D1 uma proteção contra inversão da polaridade da alimentação.

Como o consumo do aparelho é relativamente baixo ele não influi no funcionamento do equipamento TPL, mesmo quando alimentado pela mesma fonte.

Para os LEDs acesos segundo as tensões, temos a tabela abaixo:

 


 

 

Na figura 1 temos o diagrama completo do aparelho.

 

   Figura 1 – Diagrama completo do aparelho
Figura 1 – Diagrama completo do aparelho

 

O circuito integrado LM3914 consiste num bargraph ou indicador de ponto móvel com 10 saídas para LEDs e limitação interna de corrente.

Neste projeto, a referência de tensão é dada pelo divisor ajustável, formado pelos resistores R3, R4, R5 e pelos trimpots P1 e P2, que ajustam os limites da escala.

A tensão de entrada é aplicada através de um divisor formado por R1 e R2 e vem da própria alimentação.

O capacitor C1 é um filtro, e os LEDs podem ser de diversas cores.

Podemos, por exemplo, deixar um LED verde para a tensão exata de 5 V (LED5) e de outras cores para os demais.

Na figura 2 temos a placa de circuito impresso para esta montagem.

 

   Placa de circuito impresso para a montagem
Placa de circuito impresso para a montagem

 

 

Os LEDs devem ser montados de modo a permitir seu encaixe num painel, com os terminais mais longos.

Para ajustar o aparelho, aplique 5,41 V e ajuste P2 até que os LEDs 9 e 10 acendam com o mesmo brilho.

Depois, aplique 4,5 V na entrada e ajuste P1 para que o LED¡ fique na iminência de acendimento.

Depois disso é só fazer a instalação definitiva do aparelho no circuito TITL a ser monitorado e usá-lo.

Se houver dificuldade nos ajustes, R3 e R5 podem ser alterados.

 

Semicondutores:

CI1 - LM39A14 - circuito integrado National

LED1 a LED10 - LEDs comuns -ver texto

D1 - 1N4002 - diodo de silício

 

Resistores (1/8 W, 5%):

R1 – 20 k ohms

R2 – 10 k ohms

R3 – 330 ohms

R4 – 1 k ohms

R5 – 220 ohms

P1 – 100 ohms – trimpot

P2 – 470 ohms – trimpot

C1 – 4,7 uF – eletrolítico

 

Diversos:

Placa de circuito impresso, fios, solda, etc.