NOSSAS REDES SOCIAIS -

Fonte Fixa de 6 V e 9 V com 3 A (ART1941)

Esta fonte, dependendo do transformador usado, pode fornecer tensões fixas de 6 V e 9 V com correntes de até 3 A. Trata-se de uma versão melhorada de eliminador de pilhas, já que o circuito integrado tem excelente estabilidade e é protegido contra sobrecargas na saída.

Brinquedos, órgãos eletrônicos e aparelhos portáteis de som que necessitam de alimentação de 6 V ou 9 V podem ser alimentados, quando em uso doméstico, por um eliminador de pilhas.

Isso significa uma boa economia para pilhas ou bateria, cujo custo é bem maior do que o da energia elétrica obtida de uma tomada.

O aparelho que descrevemos é um simples eliminador que fornece em sua saída duas tensões fixas (6 V e 9 V) selecionáveis por meio de uma chave; e com correntes que, dependendo do transformador, podem chegar até os 3 A.

Bastante simples de montar, o projeto tem por base um regulador de tensão integrado LM350T de excelente desempenho, estabilidade e além de tudo tem sua saída protegida contra curto-circuitos ou aquecimento excessivo.

Alterações no projeto também podem ser feitas para que ele forneça outras tensões fixas, como por exemplo 3 V, 4,5 V, 7,5 V ou 12 V, pela simples troca de valores dos resistores apropriados.

 

Características:

Tensão de entrada: 110/220 Vc.a.

Tensões de saída: 6 V ou 9 V

Corrente de saída máxima: até 3 A ( depende do transformador)

 

A tensão da rede de alimentação é inicialmente abaixada por meio de um transformador para 12 V ou 15 V. A corrente máxima de saída da fonte dependerá desse transformador, e não deve superar 3 A, que é o limite admitido pelo circuito integrado.

Após a retificação por dois diodos, que podem ser os, 1N4002 para correntes de até 2 A, e os 1N5402 para correntes acima de 2 A, temos a filtragem por C¡ (valores maiores podem ser usados) e a aplicação na entrada do circuito integrado regulador LM350T.

A tensão que este integrado fornece em sua saída depende da relação entre R6/R7 e os dois resistores ligados à terra, que podem ser R2/R3 ou R4/R5. Esses resistores foram calculados para se obter 6 V ou 9 V propostos, mas existem alternativas para se obter outras tensões e mesmo essas com maior precisão.

Se você dispuser de um multímetro pode ligá-lo na saída da fonte e substituir esses componentes (Rg/Rg ou R4/R5) por um trimpot de 4,7 k ohms para ajuste, conforme mostra a figura 1.

 

Figura 1 – Opção para ajuste
Figura 1 – Opção para ajuste

 

A saída tanto pode ter um par de bornes isolados, de cores diferentes, como um plugue com tipo de acordo com a entrada do aparelho alimentado.

Na figura 2 temos o diagrama completo da fonte fixa.

 

Figura 2 – Diagrama da fonte
Figura 2 – Diagrama da fonte

 

A disposição dos componentes numa placa de circuito impresso é mostrada na figura 3.

 

Figura 3 – Placa para a montagem
Figura 3 – Placa para a montagem

 

O transformador é escolhido tanto em função da tensão da rede local como da corrente desejada.

O circuito integrado deve ser dotado de um radiador de calor que deve ser tanto maior quanto mais intensa for a corrente exigida pelo aparelho alimentado.

O capacitor eletrolítico C1 deve ter uma tensão de trabalho de 25 V ou mais, e C2 deve ser para 12 V ou mais. Na entrada temos um fusível de proteção, e o LED indicador é opcional.

Para provar o aparelho ligue a fonte na rede e na saída um multímetro numa escala apropriada de tensões contínuas.

Nas duas posições da chave S2 as tensões de saída devem estar de acordo com o previsto.

Se ocorrem pequenas variações, elas podem ser compensadas com alterações de R3 e R5, conforme o caso.

Comprovado o funcionamento é só usar a fonte, respeitando os limites para a corrente de saída.

 

Semicondutores:

CI1 - LM350T – circuito integrado - regulador de tensão

D1, D2 - 1N4002 ou 1N5402 - diodos de silício

LED - LED vermelho conum

 

Resistores (1/8 W, 5%):

R1 - 1 K ohms

R2, R3 – 470 ohms

R4 - 1,5 k ohms

R5, - 56 ohms

R6. - 220 ohms

R7 - 22 ohms

 

Capacitores:

C1 – 1 500 uF – eletrolítico de 25 V

C2 - 100 uF – eletrolítico de 12 V

 

Diversos:

S1 - interruptor simples

S2 - Chave de 1 pólo x 2 posições

T1 - Transformador com primário de acordo com a rode local e secundário de 12+12 Vou 15+15 V e até 3 A - ver texto

F1 - Fusível de 1 A

Placa de circuito Impresso, cabo de alimentação, caixa para montagem, suporte para fusível, radiador de calor para o circuito Integrado, fios, solda etc.

 

BUSCAR DATASHEET

 


N° do componente 

(Como usar este quadro de busca)

 

Opinião

Chegada de novos tempos (OP205)

As primeiras indicações que uma volta a normalidade deve começar a ocorrer em breve anima muitas pessoas. De fato, estamos vislumbrando novos tempos, mas precisamos estar atentos para o fato de que tudo vai ser diferente, principalmente para o nosso mundo da tecnologia.

Leia mais...

Pensar e Aprender
Pensar sem aprender nos torna caprichosos, e aprender sem pensar é um desastre.
Confúcio (552 - 479 a.C.) - citado em A Importância de Viver - Ver mais frases


Instituto Newton C Braga
Entre em contato - Como Anunciar - Políticas do Site

Apoio Social
Lions Clube de Guarulhos Sul SOS Mater Amabilis
Advertise in Brazil
If your business is Electronics, components or devices, this site is the correct place to insert your advertisement (see more)