NOSSAS REDES SOCIAIS -

Provador de Continuidade Gigante (ART2006)

Este circuito é destinado aos casos em que é preciso fazer uma comprovação de estado de um componente ou circuito, mas com uma indicação visível por muitos (pública) bem evidente, como por exemplo o acendimento de uma lâmpada de alta potência.

Usando um optodiac este circuito tem isolamento total da prova e grande eficiência.

A ideia deste circuito é interessante para escolas, locais de demonstrações, estandes de exposições etc.

Usando um provador de continuidade de baixa tensão e com muito baixa corrente de prova, temos como elemento indicador uma lâmpada comum incandescente ligada à rede local.

O circuito se presta, por exemplo, para demonstrar numa sala de aula como se faz a prova de junções de transistores ou o teste de diodos de uma maneira bem evidente.

O “coração" do circuito é um optodiac que controla diretamente um triac a partir de um LED infravermelho.

O setor de prova é independente do setor de indicação, com alimentação de baixa tensão por meio de pilhas.

 

CARACTERÍSTICAS

Tensão de prova: 6 V

Corrente de prova: < 1 mA

Potência do indicador: 10 a 200 W

Tensão do indicador: 110 220 V c.a.

 

COMO FUNCIONA

O setor de prova de continuidade tem por base um transistor comum, cuja carga de coletor é o LED infravermelho de um optodiac que pode ser o MOC3010 (110 V) ou MOC3020 (220 V).

Assim, quando o elemento em prova (ligado entre as pontas de prova) apresenta continuidade suficiente para deixar passar uma corrente que sature o transistor, o LED acende excitando assim o optodiac.

Os resistores R1 e R2 no circuito de prova limitam a corrente a um valor que permite o teste mesmo dos semicondutores mais delicados.

O optodiac está ligado diretamente à comporta de um triac que tem por carga a lâmpada indicadora.

Desta forma, sempre que o LED indicador interno ao optodiac tiver emissão suficiente para excitação do diac, o triac dispara e a lâmpada acende.

Uma característica importante do optodiac é apresentar um isolamento de até 7 500 V entre o circuito indicador e o circuito de prova, o que garante segurança para operação.

 

MONTAGEM

Na figura 1 temos o diagrama completo do provador.

 

Figura 1 – Diagrama do provador
Figura 1 – Diagrama do provador

 

A disposição dos componentes com base numa placa de circuito impresso é mostrada na figura 2.

 

Figura 2 – Placa para a montagem
Figura 2 – Placa para a montagem

 

O triac deve ter sufixo B se a rede for de 110 V e sufixo D se a rede for de 220 V. Para lâmpadas de mais de 40 W o triac deve ser dotado de um pequeno radiador de calor.

O optodiac deve ser o MOC3010 se a rede for de 110 V e MOC3020 se a rede for de 220 V.

As pontas de prova podem ser vermelha e preta, caso a identificação de polaridade seja importante. A vermelha (positivo) deve ser a ligada a R1.

As pilhas que alimentam o setor de prova devem ser instaladas em suporte apropriado, e o transistor admite equivalente (qualquer um de uso geral).

 

PROVA E USO

Para provar o aparelho, coloque uma lâmpada no soquete, as pilhas no suporte e encoste uma ponta de prova na outra: a lâmpada deve acender.

Verificado o funcionamento o circuito pode ser usado.

Ele poderá ser alojado em caixa ou ,mesmo montado num painel, se sua finalidade for didática.

 

Semicondutores:

CI1 - MOC3010 ou MOC3020 - optodiac

Q1 - BC548 ou equivalente - transistor NPN de uso geral

Triac - TlC226 B ou D - ver texto

 

Resistores (1/8 W, 5 %):

R1, R2 – 10 k ohms

R3 - 470 ohms

R4. - 150 ohms

 

Diversos:

S1 - Interruptor simples

B1 - 6 V - 4 pilhas pequenas

X1 - 10 a 200 W - lâmpada comum incandescente para a rede local

Placa de circuito impresso, cabo de alimentação, suporte de pilhas, pontas de prova, fios, solda etc.

 

BUSCAR DATASHEET

 


N° do componente 

(Como usar este quadro de busca)

 

Opinião

Mundo diferente (OP203)

Em plena pandemia já estamos nos preparando para o mundo diferente que teremos a partir de agora. A disruptura que está ocorrendo está mudando nossos hábitos de uma forma que sabemos ser irreversível. Os hábitos de compras, os eventos, festas, o ensino, tudo mais deve mudar com o uso predominante da tecnologia.

Leia mais...

ódio e Amizade
Do ódio à amizade a distância é menor do que da antipatia. (Il ny a pas si loin de la haine a lamitié que de lantipathie.")
La Bruyre (1645-1696) - Os caracteres - Ver mais frases


Instituto Newton C Braga
Entre em contato - Como Anunciar - Políticas do Site

Apoio Social
Lions Clube de Guarulhos Sul SOS Mater Amabilis
Advertise in Brazil
If your business is Electronics, components or devices, this site is the correct place to insert your advertisement (see more)