Disruptura Tecnológica (TP029)

Escrito por Newton C Braga

Em muitas de minhas palestras falo do avanço cada vez mais rápido por que passa a tecnologia. Antigamente, um técnico ou engenheiro que se formava saia para o mundo do trabalho sabendo tudo que precisava para o exercício de sua profissão durante toda sua vida. Muito pouco de novidade precisa ser estudado ou absorvido ao longo de sua carreira.

Com o passar do tempo, as novidades tecnológicas passar a aparecer cada vez mais rapidamente. Nos anos 80, por exemplo, as novidades já eram tão frequentes que em poucos anos, um engenheiro ou técnico que não se atualizasse ficava obsoleto em 50% ou mais. Um profissional que entrasse no mercado de trabalho, já estava em vantagem em 50% em relação ao formado pouco tempo antes.

Já era preciso fazer de tempos em tempos curso para se atualizar, tomando com as novas tecnologias que chegavam a todo momento. Hoje a velocidade com que as tecnologias chegam é tão grande que a atualização tem de ser constante.

E, como em todo o processo que tem um crescimento exponencial, caminhamos para uma disruptura, uma tendência ao infinito. Como o profissional vai reagir a isso?

Chegará o momento em que os avanços tecnológicos serão tão rápidos que não teremos mais condições de acompanhá-los. Será que até la a humanidade criará um processo que permita o acompanhamento automático da evolução da tecnologia?

Será possível que neste momento a humanidade, com cientistas e engenheiros deixe de poder trabalhar com a tecnologia deixando isso para algum tipo de auxílio da inteligência artificial?

Acreditamos que neste ponto ao se realizar um projeto o engenheiro não mais precisará se preocupar com qual tecnologia será usado, pois certamente aquele que ele tem em mente naquele instante já foi superada. Entrando no procedimento de projeto, a própria AI (Inteligência Artificial) se preocupará em escolher a solução tecnológica de momento, sem que o projetista se preocupe em conhecê-la.

Em outras palavras, para os usuários de tecnologia será irrelevante saber qual é a melhor no momento, pois ele não terá condições de saber qual é, pois a mudança será constante. A tecnologia a partir de certo momento será na sua evolução automática, tirando do professional a necessidade da atualização constante.