O gerador de áudio (INS428)

Escrito por Newton C Braga

Diferentemente do injetor de sinais, o gerador de áudio é um instrumento mais completo, pois produz frequências específicas numa ampla faixa de valores, sendo por isso de grande importância na bancada de todo o técnico que trabalha com equipamentos de som.

Obs. Este artigo é de uma publicação nossa de 1986, no entanto é ainda atual pelas técnicas que ensina. Trata-se de artigo de utilidade para quem deseja reparar ou recuperar equipamentos da época. Os artigos que seguem este e mesmo outros do site fornecem técnicas da mesma época para reparação desses equipamentos.

 

Na figura 1 temos o aspecto de um gerador de áudio típico, que pode cobrir a faixa de frequências que vai dos 10 Hz aos 100 000 Hz.

 


 

 

Muitos geradores de áudio disponíveis no comércio podem produzir tanto sinais de prova senoidais como retangulares.

Nota: hoje temos os geradores de funções que produzem sinais numa ampla faixa de frequências e com diversas formas de onda.

O sinal senoidal, em especial, é o recomendado para se verificar a linearidade de resposta de um amplificador de áudio, quando analisado em conjunto com um osciloscópio.

O gerador de áudio possui ainda controles de intensidades para os sinais.

O uso do gerador de áudio se faz de modo semelhante ao de um injetor de sinais, com a diferença de que, sendo conhecida a intensidade de seu sinal de saída, ele deve ser aplicado normalmente na entrada do amplificador.

A partir deste sinal podemos estudar o comportamento do amplificador, verificando sua curva de resposta, as potências para diversas frequências e eventuais distorções.

Anotando a intensidade do sinal de saída numa carga resistiva, para toda a faixa de frequências de Operação do amplificador, excitando-o com sinal de intensidade constante, podemos levantar a curva de resposta do aparelho, conforme sugere a figura 2.

 


 

 

A curva de resposta nos dá a qualidade de um amplificador, pois nos revela a fidelidade com que ele pode responder a todos os sons de frequências que ouvimos.

Ponto importante no uso do gerador de sinal é a precisão com que podemos obter sinais de determinadas frequências, o que é muito importante em trabalho de ajustes.