NOSSAS REDES SOCIAIS -

Receptor Regenerativo (V1053)

Descrevemos mais um projeto de meu antigo caderno de notas dos anos 50/60 em que descrevi meus primeiros projetos e experimentos com eletrônica, no caso, usando válvulas. O primeiro artigo da série é o V1049 em que dou a base para os experimentos seguintes. Trata-se de um receptor regenerativo para ondas médias com boa sensibilidade.

Este circuito é um aperfeiçoamento do rádio com uma válvula descrito em V0150 e tem excelente sensibilidade, podendo também ter as bobinas alteradas para a escuta de estações a faixa de ondas curtas.

A antena deve ser de pelo menos 3 metros de comprimento para que os melhores resultados sejam obtidos.

A escuta é feita em fonte magnético de alta impedância (pelo menos 2 000 ohms) ou então em fone de cristal ou cerâmico com um resistor de 4k7 a 10k em paralelo.

 

Como Funciona

Num circuito regenerativo, o sinal de áudio detectado obtido do circuito de sintonia é aplicado de volta à entrada da válvula de modo a obter nova amplificação.

Esta realimentação deve ser controlada, pois se o sinal que voltar a válvula for muito forte a válvula oscila produzindo um forte apito no fone em lugar do som da estação captada.

Assim, conforme mostra a figura 1, sobre a bobina de sintonia colocamos a bobina de regeneração que contém menos espiras.

 

   Figura 1 – A bobina de regeneração
Figura 1 – A bobina de regeneração

 

Observe que existe um sentido correto para o enrolamento desta bobina. Se a bobina for colocada invertida, em lugar dos sinais serem reforçados, eles serão atenuados.

Se isso acontecer na sua montagem experimental, basta inverter as ligações desta bobina.

Para este projeto a bobina de antena pode ser elaborada com 100 espiras de fio 28 num tubo de papelão ou PVC de aproximadamente 2,5 cm de diâmetro e 15 de comprimento e a bobina de regeneração com 5 a 10 espiras do mesmo fio num tubo levemente maior de modo que possa se deslocar sobre a bobina de antena.

Na figura 2 temos então o diagrama do aparelho, sem os valores dos componentes, pois eles são os mesmos de V1050 e V1049.

 

   Figura 2 – Circuito da montagem
Figura 2 – Circuito da montagem

 

O aspecto final da montagem experimental é mostrado na figura 3, onde o capacitor variável e a bobina são montados numa pequena base de madeira.

 

   Figura 3 – O aspecto da montagem.
Figura 3 – O aspecto da montagem.

 

 

Prova e Uso

Para provar, basta sintonizar uma estação (depois de esperar aquecer as válvulas). Movimentando a bobina regenerativa sobre a bobina de antena deve-se obter em um ponto a maior sensibilidade antes que ocorra o apito (oscilação).

 

Bobinas

Receptor de V1050

Fios, solda, forma para as bobinas.

 

 

BUSCAR DATASHEET

 


N° do componente 

(Como usar este quadro de busca)

 

Opinião

Terminando mais um ano (OP198)

Estamos chegando ao final de mais um ano de muito trabalho. Não temos que nos queixar de nossas realizações. Fizemos muito e constatamos que temos ainda muito mais por fazer. Os 365 dias de 2019 não foram suficientes para colocarmos em prática todas as nossas ideias, muitas das quais ficaram para o próximo ano.

 

Leia mais...

Invejar
é melhor ser invejado do que lastimado.
Heródoto - Ver mais frases


Instituto Newton C Braga
Entre em contato - Como Anunciar - Políticas do Site

Apoio Social
Lions Clube de Guarulhos Sul SOS Mater Amabilis
Advertise in Brazil
If your business is Electronics, components or devices, this site is the correct place to insert your advertisement (see more)