Pré Amplificador Para Microfone (ART2179)

Um dos problemas de amplificadores comuns quando usados em sistemas de sonorização ambiente, propaganda em veículos ou serviços de alto-falantes é que eles não tem sensibilidade para fornecer a potência total de áudio quando excitados a partir de um microfone comum. O pré-amplificador que descrevemos resolve este problema.

Descrevemos neste artigo um simples pré-amplificador de áudio para ser usado com microfones, permitindo a excitação de amplificadores de diversos tipos à plena potência.

Uma das características mais importante deste projeto é que podemos estabelecer seu ganho, em função da fonte de sinal, com o simples dimensionamento de uma componente (R3).

O circuito, alimentado por tensões de 12 V pode ser usado com eficiência em sistemas móveis alimentados por bateria, o que o toma elemento indispensável em sistemas de propaganda.

O circuito integrado é bastante comum, e podemos trocá-lo por um TLO82 (duplo) caso desejamos a mesma versão em estéreo, com duas entradas e duas saídas de sinal.

 

CARACTERÍSTICAS

Tensão de alimentação: 12 V

Ganho: 2 a 100

Impedância de entrada: 47 k ohms

 

A base do projeto é um amplificador operacional com transistor de efeito de campo na entrada do tipo TL081 ou equivalente.

Este componente garante uma elevada impedância de .entrada ao circuito e tem um ganho que é determinado pela realimentação.

No nosso caso, em função do valor escolhido de R3 podemos ter ganhos conforme a Tabela 1.

 


 

 

 

Para microfones de eletreto um resistor de 270 e 470 ohms deve ser usado já que este componente já possui um sinal de boa saída.

Para outros tipos de microfones devemos usar valores mais elevados para R3.

A alimentação do circuito é feita com uma tensão de 12 V que pode vir de bateria ou fonte ou do próprio amplificador com que o circuito operar.

Na figura 1 temos o diagrama completo do pré-amplificador (versão monofônica), já que para a versão estereofônica devemos montar dois canais semelhantes com um TL082, por exemplo.

 

Figura 1 – Diagrama do pré-amplificador
Figura 1 – Diagrama do pré-amplificador

 

A disposição dos componentes na placa de circuito impresso é mostrada na figura 2.

 

Figura 2 – Placa para a montagem
Figura 2 – Placa para a montagem

 

Os fios de entrada e saída dos sinais devem ser blindados para se evitar a captação de zumbidos, já que se trata de circuito muito sensível.

Um ponto de aterramento comum é conveniente para se evitar ao máximo este problema.

Para o integrado sugerimos a utilização de um soquete DIL que facilita a troca e evita o excesso de calor na soldagem.

Os resistores são de 1/8 ou 1/4 W com 5 a 20% de tolerância e os eletrolíticos são para 12 V ou mais.

O capacitor C4 deve ser Os jaques de entrada e de saída são de acordo com cabos e microfones usados.

Ligue a saída do pré-amplificador à entrada do amplificador. Ajuste o volume no próprio amplificador e conecte à entrada do pré.

Falando diante do microfone devemos ter a excitação do amplificador. Se houver microfonia (forte apito) afaste o microfone do alto-falante do amplificador.

Se não houver excitação suficiente do amplificador, ou seja, mesmo com o volume todo aberto, reduza o valor de R3 até obter o ganho desejado.

Se ocorrerem roncos, verifique as blindagens dos cabos. Para usar no automóvel, intercalamos o positivo da alimentação e a fonte um fusível de 100 a 250 mA.

 

CI-1 – TL081

 

Capacitores: (eletrolíticos p/ 12 V ou mais)

C1 - 2,2 uF - eletrolítico

C2 - 47 MF - eletrolítico

C3 - 4,7 uF - eletrolítico

C4 - 100 nF - cerâmico

C5 - 100 [LF - eletrolítico

 

Resistores: 1/8 ou 1/4 W

R1 e R2 - 47 k ohms

R3 - ver texto - valor segundo o ganho desejado.

R4 - 100 k ohms

J1 e J2 - jaques conforme a entrada e saída

Diversos: placa de circuito impresso, soquete DIL de 8 pinos para o Integrado, fios blindados, caixa para montagem, suporte de fusível e fusível para uso no automóvel, parafusos, porcas, separadores, etc.

 


Opinião

Olhando para o futuro

Já estamos aprendendo a viver com a pandemia e nos preparando para os tempos em que tudo voltará ao normal, mas não o normal a que estávamos acostumados. Um novo normal, com novos hábitos, a tecnologia aplicada talvez de uma forma diferente, novas profissões e principalmente tecnologias específicas que antes não haviam sido pensadas.

Leia mais...

Localizador de Datasheets e Componentes


N° do componente 

(Como usar este quadro de busca)

Podcast INCB Tecnologia