Reostato para painel de carro (ART960)

Escrito por Newton C Braga

Não são todos os carros que possuem um controle de luminosidade para a iluminação do painel de instrumento. Este recurso pode ser especialmente interessante nas viagens noturnas onde um nível menor de iluminação numa estrada escura é desejado. Como agregar este recurso de forma simples é o que mostramos com um simples circuito.

Se bem que a aplicação prática sugerida para este projeto seja no controle de lâmpadas de painel de carro, na verdade ele pode ser utilizado também nos seguintes casos:

* Controle de velocidade de motores DC como ventiladores de carro, motores de autorama.

* Controle de temperatura de pequenos elementos de aquecimento DC com correntes de até 3 A.

* Controle de luminosidade para lâmpadas de microscópios.

* Controle de tensão tornando uma fonte fixa, variável.

 

O circuito usa apenas 3 elementos e pode funcionar com tensões de entrada de 6 a 12 volts e controla correntes de até uns 3 ampères.

 

COMO FUNCIONA

O que temos é um simples reostato de corrente contínua. Nele um transistor tem a sua resistência entre o coletor e o emissor variada pela polarização de base feita através de P1.

Desta forma, a corrente que o transistor Q1 deixa passar para a carga pode ser ajustada por um potenciômetro comum que opera com uma corrente muito baixa.

Basta então ligar este circuito em série com a carga (lâmpadas do painel) e ajustar P1 para que a corrente e portanto o brilho das lâmpadas seja ajustado entre 0 e o máximo.

 

MONTAGEM

Na figura 1 temos o diagrama completo do controle de brilho para lâmpadas de painel.

 

Diagrama do reostato
Diagrama do reostato

 

 Uma pequena placa de circuito impresso serve de chassi para os componentes, conforme mostra a figura 2.

 

Sugestão de placa do reostato.
Sugestão de placa do reostato.

 

 O transistor 2N3055 deve ser montado num radiador de calor. este radiador tanto pode ser de tipo comercial como feito com uma chapa de metal grossa dobrada em forma de "U".

O resistor R1 deve ser de 1 W de dissipação e o potenciômetro é comum.

Como o aparelho se destina a instalação sob o painel podem ser usados fios longos para ligação ao potenciômetro. Este pode ficar em algum ponto do painel.

Recomenda-se que o montador use um potenciômetro com botão discreto de modo a não afetar a estética dos controles do painel.

 

PROVA E USO

O teste de funcionamento pode ser feito ligando-se o circuito a uma fonte e em série com uma lâmpada de qualquer tipo para 12 V. Atuando-se sobre o potenciômetro o brilho da lâmpada deve variar.

Comprovado o funcionamento é só fazer a instalação. Para isso descubra o fio que alimenta as lâmpadas do painel e interrompa-o. No lado que vem da bateria e chave que faz seu acionamento ligue o ponto A do controle. No lado que vai às lâmpadas ligue o ponto B do circuito.

 

Q1 - 2N3055 - transistor NPN de potência

R1 - 270 Ω ou 330 Ω x 1 W - resistor

P1 - 1 k Ω - potenciômetro de fio

Diversos:

Radiador de calor para o transistor, fios, botão para o potenciômetro, solda, etc.