Transmissor de Ondas Curtas (CIR322)

Este transmissor experimental pode transmitir sinais de 3,5 MHz a 30 MHz, dependendo apenas da bobina. O alcance depende da antena e com uma antena telescópica pode chegar a algumas centenas de metros dependendo da sensibilidade do receptor. CV é variável obtido de um rádio de ondas médias. O transformador T1 também é obtido de um rádio fora de uso. Trata-se do transformador de saída. Os capacitores devem ser cerâmicos exceto C5. L1 consta de 40 espiras de fio 28 para a faixa de 3,5 MHz, 22 espiras para a faixa de 7 MHz, 15 espiras para a faixa de 15 MHz e 10 espiras para a faixa de 30 MHz. Em todos os casos é usado um bastão de ferrite como núcleo. A antena é telescópica de 50 a 120 cm de comprimento. A alimentação deve ser feita com pilhas pequenas ou médias.

 

 Transmissor de Ondas Curtas
Transmissor de Ondas Curtas

 


Opinião

O que vem pela frente (OP210)

Uma das características do Instituto Newton C. Braga é a manutenção do ritmo de suas realizações, independentemente do que se passa no nosso mundo. Não foi a pandemia, nem crises de qualquer tipo que alteraram nosso ritmo de trabalho.

Leia mais...

Localizador de Datasheets e Componentes


N° do componente 

(Como usar este quadro de busca)

Podcast INCB Tecnologia