Luz Magnética (ART2081)

Este simples circuito pode ser instalado na varanda de sua casa para facilitar o acionamento da luz por um imã que muitas vezes já está no chaveiro do automóvel. Com um toque do imã no sensor escondido, a lâmpada acende e assim permanece até que possa ser desligado pelo lado de dentro.

Nada pior do que tentar encontrar as chaves e depois o buraco de uma fechadura no escuro. Com o aparelho descrito neste artigo este problema é contornado pelo acionamento de uma luz na sua varanda por um pequeno imã (o do alarme do automóvel).

Este sistema tem a vantagem do interruptor poder estar oculto em lugar que só os proprietários da casa sabem.

A alimentação do circuito pode ser feita com tensões de 110 V ou 220 V e ele admite lâmpadas de 5 a 100 watts.

Outro ponto importante a ser observado no uso deste circuito é que ele representa economia de energia, já que a luz não precisa ficar acesa o tempo todo em que o dono estiver fora.

 

CARACTERÍSTICAS

Tensão de alimentação: 110/220 Vc.a.

Potência controlada: 100 watts

Consumo em repouso: menor que 1 W.

 

Quando SL é fechada o capacitor C1 carrega-se praticamente com a tensão de pico da rede de alimentação. O SCR encontra-se nestas condições desligado.

O acionamento do SCR é feito por um reed-switch ligado a sua comporta.

Uma corrente muito pequena é necessária ao acionamento do SCR neste circuito.

Quando o reed-switch é acionado pela aproximação de um pequeno imã, um pulso de corrente é suficiente para ligar o SCR que alimenta a luz de varanda.

Como o circuito é alimentado por corrente contínua graças a presença de D1 e C1, mesmo depois que o imã é afastado do reed-switch o SCR permanece ligado acionando assim a lâmpada.

Para desligar a lâmpada é preciso desligar S1. A lâmpada neon indica que o circuito está alimentado.

Na figura 1 temos o diagrama completo do aparelho.

 

   Figura 1 – Diagrama completo do aparelho
Figura 1 – Diagrama completo do aparelho

 

Na figura 2 temos a sua placa de circuito impresso.

 

   Figura 2 – Placa para a montagem
Figura 2 – Placa para a montagem

 

O diodo D1 deve ser o 1N4004 se a rede for de 110 V e 1N4007 se a rede for de 220 V.

O capacitor C1 deve ter uma tensão de trabalho de pelo menos 250 V se a rede for de 110 V e 400 V se a rede for de 220 V.

Na verdade, o valor deste capacitor não é crítico, podendo ficar entre 4,7 e 50 uF. Os resistores são de 1/8 W com 5% de tolerância e a lâmpada neon pode ser de qualquer tipo.

O SCR deve ter sufixo B se a rede for de 110 V e sufixo D para rede de 220 V, no caso do TIC106, este componente deve ser montado num radiador de calor.

O reed-switch pode ser de qualquer tipo sensível e montado sob qualquer objeto tino que não seja de metal, de modo a permitir a ação do imã pelo lado externo.

Os fios que vão ao reed-switch podem ser finos, mas devem ser encapados.

O fusível é importante para proteger o circuito caso D1 ou C1 entrem em curto.

Para provar basta aproximar um pequeno imã de X2 que deve acionar a lâmpada. A lâmpada deve ficar acesa até que S1 seja desligado.

Para instalar, certifique-se de que o reed-switch fique em posição que possa ser acionado facilmente pelo ima do seu chaveiro.

 

Se precisar de componentes originais e com o envio imediato, acesse mouser.com
.

Semicondutores:

SCR - TlC106B ou D, ou C106-4 ou 6 - ver texto

D1 - 1N4004 ou 1N4007 - ver texto

 

Resistores: (1/8 W, 5%)

R1 - 1 M ohms

R2 - 100 k ohms

R3 - 10 k ohms

 

Capacitores:

C1 - 10 uF x 250 V ou 400 V - eletrolítico - ver texto

 

Diversos:

F1 - fusível de 2 A

X1 - 5 a 100 W - lâmpada incandescente comum

X2 - reed-switch

S1 -interruptor simples

NE-1 - NE-2H- ou equivalente -lâmpada neon

 

Diversos:

Placa de circuito impresso, radiador de calor para o SCR, fios, solda, suporte para o fusível, etc.

 


Localizador de Datasheets


N° do componente 

(Como usar este quadro de busca)

Opinião

Entrando em dezembro (OP207)

Estamos nos aproximando do último mês desse ano de pandemia (2020), com esperanças para que a vacina chegue logo e possamos voltar à normalidade. Há muito a ser feito a partir de agora e, como temos informados aqueles que nos seguem, nunca paramos. De fato, nosso trabalho tem sido contínuo, com a produção constante de material para o nosso site, lives, livros, vídeos, podcasts e muito mais. Na verdade, a única mudança que tivemos em nossas atividades foi a suspensão dos eventos presenciais. Esperamos que no próximo ano eles voltem, talvez com algumas modificações, mas que possamos estar juntos daqueles que nos acompanham.

Leia mais...