Coletânea de Circuitos com Energia Alternativa (ART1484)

Na nossa série Banco de Circuitos publicamos grande quantidade de circuitos práticos de aparelhos de todos os tipos. Assim, temos edições sobre fontes, displays, LEDs, alarmes, circuitos automotivos, rádios, transmissores e muito mais. No entanto, temos em nosso estoque milhares de circuitos práticos, na verdade, mais de 8 000 no momento em que escrevemos este artigo, assim mesmo reunindo uma grande quantidade deles nas nossas edições sobra muito, e na nossa programação, alguns deles vão demorar muito para sair. A solução encontrada é então fazer algumas seleções e colocar no site como esta em que escolhemos alguns projetos interessantes que fazem uso de fontes alernativas de energia.

Rádio Com Energia Grátis

Este circuito, já explorado em outras publicações, usa o sinal de uma estação forte para obter a energia que alimenta a etapa amplificadora. Deve-se dar preferência a transistores de germânio e o fone deve ser de alta impedância. As bobinas são para a faixa de ondas médias e a antena deve ser bem longa.Um fio esticado de pelo menos 10 metros deve servir e se o leitor morar perto de uma estação transmissora os resultados serão excelente. Para usar um fone de cristal ou piezoelétrico, ligue em paralelo com a saída um resistor de 10k a 22k.

 


 

 

 

Rádio de Galena de 1926

Trata-se da versão tradicional de rádio de galena com um diodo de germânio e fone de alta impedância. O primário da bobina tem 20 espiras e o secundário 100 espiras de fio 28 a 32 num tubo de papelão ou PVC de 2 a 2,5 cm. O capacitor variável é comum de rádio e a antena deve ser longa. A conexão à terra é importante. Diodos como o 1N34 ou 1N60 podem ser usados com bons resultados.

 


 

 

 

Rádio Metrônomo

Os pulsos intervalados emitidos por este circuito são captados num rádio de ondas médias nas proximidades. O circuito é de uma publicação de 1981, mas pode ser montado com um BC548. A bobina consta de 30 + 70 espiras de fio 28 num bastão de ferrite. Pode-ser ligada uma antena ao coletor do transistor para maior alcance. A alimentação pode ser feita com tensões de 3 a 6 V e pode ser obtida de células solares ou experimentais.

 


 

 

 

Transmissor de Bips sem Bobinas

Este circuito transmite bips para receptores sintonizados numa ampla faixa de frequências colocados nas proximidades. A sintonia é precária, já que o sinal é rico em harmônica e com isso a potência do sinal se espalha por um amplo espectro que alcança a faixa de FM. A tensão de 4,5 a 5,5 V pode ser obtida de fontes alternativas de energia. Se a tensão for maior, deve ser utilizado um circuito regulador 7805.

 


 

 

 

Transmissor espião com Diodo Tunnel

Este transmissor emite sinais na faixa de FM, podendo alcançar alguns metros de distância. Sua alimentação exige apenas 1,4 V de tensão que pode ser feita a partir de fontes alternativas. O ajuste da modulação é feito em P1 enquanto que P2 ajusta o ponto de oscilação do circuito. A antena deve ter de 20 a 50 cm de comprimento e os capacitores menores são cerâmicos. Qualquer diodo tunnel pode ser usado. L1 e L2 como no projeto CIR7110.

 


 

 

 

Receptor Artesanal de Galena

Este receptor é de uma publicação de 1922 de Hugo Gersnback. A bobina pode ser formada por 100 espiras de fio 28 num tubo de 5 cm de diâmetro com derivações de 5 em 5 espiras, por exemplo, As chaves selecionam a posição de melhor recepção. O detector pode ser um cristal de galena ou um diodo 1N34.

 


 

 

 


Opinião

Olhando para o futuro

Já estamos aprendendo a viver com a pandemia e nos preparando para os tempos em que tudo voltará ao normal, mas não o normal a que estávamos acostumados. Um novo normal, com novos hábitos, a tecnologia aplicada talvez de uma forma diferente, novas profissões e principalmente tecnologias específicas que antes não haviam sido pensadas.

Leia mais...

Localizador de Datasheets e Componentes


N° do componente 

(Como usar este quadro de busca)

Podcast INCB Tecnologia