Texto extraído do site INCB - www.newtoncbraga.com.br

Rádios com a Válvula Audion (HIST068)

Audion era o nome dado à válvula desenvolvida por Lee De Forest. Nada mais do que o nosso conhecido triodo ela revoluciono a eletrônica do início do século passado, pois pela primeira vez era possível amplificar os sinais elétricos. Num artigo da revista Electrical Experimenter de maio de 1919 encontramos circuitos com esta válvula, um receptor de 2 válvulas para escuta em fone e muito mais.

HIST013S

Electrical Experimenter era uma das muitas revistas publicadas por Hugo Gernsback, precursor do DiY e da Tecnologia no início do século passado. Veja mais sobre esse homem em nosso artigo HIST005.

A válvula triodo foi inventada por Lee de Forest que acrescentando um terceiro eletrodo (grade) ao diodo de Edison conseguiu um dispositivo capaz de amplificar os sinais elétricos.

Nos anos 10 do século passado (1910 a 1920) a válvula ainda era uma novidade, algo revolucionário que era explorado nas publicações técnicas como a revista Electrical Experimenter de Hugo Hernsback.

Na figura 1 temos um circuito publicado na edição de maior de 1919.

 

Figura 1 – Receptor de duas válvulas de 1919
Figura 1 – Receptor de duas válvulas de 1919

 

Veja que eram usadas fontes independentes para a primeira e segunda etapa de amplificação com a válvula. Na primeira o triodo recebia diretamente o sinal do circuito de sintonia, sendo acoplado por um capacitor e a válvula fazia a detecção.

Um transformador transferia o sinal amplificado para a segunda etapa com uma segunda válvula. O sinal amplificado passava então para o fone de alta impedância onde ocorria sua reprodução.

As tensões usadas eram altas, de 45 a 90 V e até mais vinda de baterias. A revista indicava que o circuito tinha um ganho de 1 000 vezes, o que era muito para a época.

Um segundo circuito, de uma válvula apenas mostrava um transmissor denominado “regenerativo” modulado diretamente por um microfone de carvão (figura 2).

 

Figura 2 – Um circuito regenerativo de transmissor
Figura 2 – Um circuito regenerativo de transmissor

 

O componente ligado ao catodo da válvula parece ser um reostato para controlar a polarização.