Texto extraído do site INCB - www.newtoncbraga.com.br

8 W com o TDA2002 (MIN385)

Para médias potências, que chegam aos 40 W PMPO, uma solução econômica tradicional, que é encontrada em muitos auto-rádios e toca-fitas tradicionais de carro, é a que faz uso do circuito integrado TDA2002.

Justamente por ser um componente amplamente usado pelo mercado de reposição, além de fácil de encontrar tem um preço bastante acessível.

Esse amplificador pode ser alimentado com tensões de 8 a 18 V e pelo seu rendimento consiste numa solução interessante para os casos em que se deseja som com volume capaz de chamar a atenção de muitas pessoas como alarmes, sistemas de aviso, etc.

Dois destaques adicionais no uso desse amplificador: fácil de trabalhar pois usa invólucro TO-220 (como um transistor de potência) além de precisar de poucos componentes externos para implementação do amplificador.

Na figura 1 temos o circuito da versão básica com ganho de tensão igual a 100.

 


 

 

O ganho de tensão é determinado pela relação entre os valores de R1 e R2.

A corrente de repouso é de 45 a 80 mA e a corrente de pico chega aos 1,8 A. A fonte deve ser capaz de fornecer essa corrente.

Na figura 2 temos a placa de circuito impresso para a montagem desse amplificador.

 


 

 

Observe que o circuito integrado deve ser dotado de um bom radiador de calor.

Outras características desse amplificador são a resposta de freqüência de 40 a 15 000 Hz e a sensibilidade de 50 mV para potência de 8 W com carga de 2 Ω.

Na figura 3 temos uma fonte de alimentação para esse amplificador.

 


 

 

Para uma versão estéreo a capacidade de corrente do transformador e dos diodos deve ser dobrada.

O capacitor eletrolítico também deve ser aumentado para se obter boa filtragem, nesse caso.

 

 

Semicondutores:

CI-1 – TDA2002 (uPC2002) – circuito integrado

 

Resistores: (1/8 W, 5%)

R1 - 220 Ω

R2 – 2,2 Ω

R3 – 1 ohm

P1 – 47 k Ω – log - potenciômetro

 

Capacitores:

C1 – 10 µF x 16 V – eletrolítico

C2 – 470 µF x 16 V – eletrolítico

C3, C6 – 100 nF – poliéster ou cerâmico

C4 – 100 µF x 16 V – eletrolítico

C5 – 1 000 µF x 25 V – eletrolítico

 

Diversos:

FTE – Alto-falante de 2 ou 4 Ω x 10 cm ou maior

Placa de circuito impresso, fios, radiador de calor para o circuito integrado, solda, material para a fonte de alimentação, etc.

 

Datasheet do TDA2002