Texto extraído do site INCB - www.newtoncbraga.com.br

A bomba de choque (MIN086)

Esta é uma brincadeira inofensiva ara quem gosta de dar choques nos outros. Um capacitor carregado, seguro no momento oportuno, dá uma boa descarga nos desprevenidos.

Você carrega um capacitor e dobra seus terminais de modo a ficarem numa posição apropriada. Quando seu amigo estiver distraído, você grita "Segura! e joga o capacitor. Naturalmente, num impulso de reflexo, ele vai segurar o capacitor e aí a surpresa: uma boa descarga de algumas centenas de volts.

O circuito carregador consiste em apenas um diodo e um resistor, onde o capacitor é ligado por alguns segundos para a carga.

O capacitor pode ser do tipo poliéster com valores entre 100 nF e 470 nF, aproveitado de aparelhos fora de uso, devendo ser especificado para uma tensão de trabalho (que não é a que ele se carrega) de pelo menos 400 V.

Antes de usar o capacitor, entretanto, você precisa saber se ele está bom. Para isso, carregue-o e encoste-o um terminal no outro. Se houver uma faísca é porque o capacitor reteve a carga e se encontra em bom estado.

Os capacitores de papel e óleo de aparelhos antigos também podem ser testados, mas normalmente o tempo e a umidade fazem com que não retenham mais carga.

O tempo de retenção da carga é curto, variando entre 1 e 2 minutos para os mais antigos e até perto de1 hora para os novos.

Uma vez feita a brincadeira e ocorrida a descarga, o capacitor precisa ser carregado novamente. Nunca deixe os terminais de carga encostados um no outro, pois isso vai aquecer o resistor, podendo causar sua queima. Se o resistor queimar ou aquecer demais quando houver a carga é porque o capacitor se encontra em curto.

 

Figura 1
Figura 1

 

 

 

 

D1 - 1N4004 (110 V) ou 1N4007 (220 V) diodo retificador

R1 - 1 k ? x 2 W - resistor (marrom, preto, laranja)

C1 - 100 nF a 470 nF- capacitor (ver texto)