Abraão Balbino Silva sobre o futuro do mercado de Telecom

Escrito por Redação INCB

Abraão Balbino Silva da Anatel estará no dia 26 de março no Fórum das Operadoras Alternativas. O Fórum OA é um seminário que discutirá o uso de novas tecnologias, frequências de espectro e modelos de negócios para a construção de redes sem fio para o provimento de acesso à Internet e aplicações de Internet das Coisas (IoT). A organização é uma parceria entre Mobile Time e Teletime.


Os temas que serão debatidos são MVNOs, IoT, Wi-Fi, LPWA, Sigfox, Lora, banda larga móvel e ISPs com os profissionais mais renomados da área. Conseguimos uma entrevista com Abraão Balbino Silva da Anatel, onde fizemos perguntas importantes para o setor.



INCB - Como as novas tecnologias e as novas redes de telecomunicação irão impactar o mercado de trabalho ?

Abraão Balbino - A automação nos processos produtivos e na prestação de serviços devem crescer exponencialment e com a ampla difusão de tecnologias que, hoje, estão ainda em seus estágios iniciais de desenvolvimento. A ampla difusão de soluções de Inteligência Artificial, associadas a capacidades de processamento e armazenamento de grandes volumes de informações (conhecido como Big Data), somadas a uma infinidade de dados de sensores da Internet das Coisas (IoT), todos conectados as redes ubíquas e interoperáveis, têm conjuntamente o potencial de reconfigurar as estruturas tradicionais do mercado de trabalho.
Nesse sentido, muitas profissões tendem a perder atratividade, em especial aquelas mais burocráticas e repetitivas, dando lugar a novas profissões com foco nesse novo ecossistema digital.

 

 

INCB - Como o profissional deve se preparar para ingressar nessa área ?

Abraão Balbino - O advento dessas tecnologias irá demandar um desenvolvimento sem precedente de habilidades de uso e desenvolvimento em TICs, com muito espaço à criatividade e ao desenvolvimento de competências não replicáveis ou passíveis de serem automatizadas. Novas profissões devem surgir nesse ambiente, com foco essencialmente na compreensão de comportamentos a partir da análise de um enorme conjunto de dados. Nesse novo ambiente, não bastará ao profissional a detenção de informação bruta, ou o conhecimento de funções operacionais, será necessário trabalhar cada vez mais a interpessoalidade e a multidisciplinariedade.

 

INCB - Como as empresas devem se posicionar nesse novo cenário ?

Abraão Balbino - Como é próprio de momentos de destruição criativa e surgimento de novos paradigmas técnicos e econômicos, alguns mercados deixam de existir, ao passo que outros completamente disruptivos são criados. O desafio que se apresenta às corporações é justamente identificar essa conformação e como ela impacta nos negócios de hoje. Na mesma medida em que o dinamismo da indústria de TICs dificulta a manutenção a longo prazo de uma posição de liderança em certo negócio, ele cria janelas de oportunidades para um posicionamento estratégico favorável em novos mercados.

 


 

 

Lembrando que o Instituto NCB estará presente ao evento para trazermos uma síntese dos temas abordados.

Para participar do evento acessse o link: http://www.operadorasalternativas.com.br/