Comunicação Wireless dentro da boca (MA119)

Escrito por Newton C Braga

Em diversos artigos, palestras e até mesmo em estória envolvendo o professor ventura (*) destacamos a possibilidade de se detectar sinais de rádio pelos dentes e excitar diretamente o nervo auditivo dando assim a sensação sonora diretamente no cérebro. Veja neste artigo como isto está se tornando real com a criação de um novo tipo de “vestível” ou melhor, “implantável.

 

(*) A estória é “O Denteródino”

 

De fato, é caso real o de uma pessoa que, num tratamento dentário colocando uma prótese metálica acabou formando uma junção semicondutora que recebia sinais de rádio de uma emissora potente próxima.

Os sinais eram detectados pelo dente e excitavam diretamente o nervo auditivo que passa nas proximidades. Com isso a pessoa “ouvia” as transmissões de rádio diretamente através do dente que era usado como uma “interface” sem necessidade de fonte de alimentação.

A ideia de se excitar os nervos auditivos com sinais elétricos levou até a possibilidade de se “implantar” celulares nos dentes ou mesmo aparelhos de ajuda auditiva.

Uma empresa denominada Sonitus Technologies, por exemplo, em 2010 criou um aparelho de ajuda auditiva chamado SoundBite que era conectado a um microfone por trás da orelha e que transmitia vibrações para um chip dentro da boca que transferia as vibrações sonoras para o ouvido interno.

Até mesmo o departamento de defesa dos Estados Unidos (DOD) se interessou pelo projeto, contratando a Sonitus para criar um sistema de comunicações que poderia ser levado dentro da boca.

Baseado nesta ideia foi criado um sistema que tem por finalidade permitir a comunicação independentemente da influência do meio ambiente. O Molar Mic é então a primeira das soluções criadas e está sendo testado por militares americanos.

Trata-se de uma prótese molar alimentada por bateria fixada em torno do último dente. Os sons captados são transmitidos ao ouvido interno, parecendo vir “de dentro da cabeça”, modo que já analisamos em outros projetos como o que trata de nosso circuito de pânico (ART2319).

Através de comunicação sem fio, os sinais deste sistema são linkados a um sistema radio para comunicação à longas distâncias.

Se o leitor deseja saber mais, visite a Sonitus Technologies em: http://www.sonitustechnologies.com/sonitus-technologies-wins-multi-million-dollar-dod-award-for-molar-mic/ 

 

Figura 1 - Funcionamento do sistema
Figura 1 - Funcionamento do sistema