O Site do Hardware Livre - OSHW

Montagem do Robô com Lego Data (MEC292)

Este artigo é continuação do MEC291 em que se descreve o kit de montagem Lego Data. O autor o escreveu em 2002 quando o kit era sucesso nas escolas. O artigo vale como referência, pois pode ser adaptado para utilizar versões mais modernas dos kits de robótica da LEGO.

 

Quando abrimos a caixa pela primeira vez, ficamos assustados! São muitas peças, mais de 700. Passado o susto, vem a dúvida: como seria o nosso robô? Não tínhamos nenhum projeto de um robô totalmente pronto. Dispúnhamos somente do material da Lego que sugere alguns modelos de bases de robôs e seu tipo de acionamento. Após várias discussões e tentativas, Chegamos a um consenso: o nosso robô teria esteira e seria do tipo bate-volta, um robô bonito do tipo explorador marciano, fácil de montar e programar, como pode ser observado na nesta página. Então, mãos à obra!

 

Obs. A numeração das figuras foi mantida como sequência do artigo anterior (MEC291)

 

Comece a montar um conjunto de tração de uma esteira com as peças exibidas na figura 15, observe que próximo de uma das rodas temos uma engrenagem que irá se acoplar ao motor mais adiante.

 

Figura 15 – Peças para a montagem de tração de uma esteira.
Figura 15 – Peças para a montagem de tração de uma esteira.

 

Monte dois conjuntos simétricos. Em seguida, construa uma base com os motores e engrenagens de tração. A figura 16 ilustra as peças utilizadas.

 

Peças para a montagem dos motores
Peças para a montagem dos motores

 

Agora chegou a hora de juntar as duas partes de tração com os motores, veja a sequência nas figuras 17 e 18.

 

Encaixando os dois conjuntos de tração
Encaixando os dois conjuntos de tração

 

 

- Montando os motores na base de tração.
- Montando os motores na base de tração.

 

Pronto, já temos uma base montada (figura 19), nela iremos colocar o tijolo RCX com o sensor de infravermelho virado para a traseira do robô (a frente é onde estão os motores), veja detalhe na figura 20.

 

Base do robô
Base do robô

 

 

Colocando o tijolo RCX na base do robô.
Colocando o tijolo RCX na base do robô.

 

A figura 21 ilustra a colocação de um suporte que irá fixar o conjunto de antenas do robô cujas peças são mostradas na figura 23. Isso feito, vamos ligar os motores ao tijolo RCX (figura 22) e colocar os sensores de microchave (figura 24).

 

Colocando a base para o conjunto de antenas.
Colocando a base para o conjunto de antenas.

 

 

 

Ligando o motor ao tijolo RCX.
Ligando o motor ao tijolo RCX.

 

 

 

Peças para a montagem das antenas.
Peças para a montagem das antenas.

 

 

Fixando o sensor.
Fixando o sensor.

 

Agora podemos colocar o conjunto das antenas em seu lugar, conforme mostra a figura 25.

 

Colocando o conjunto de antenas
Colocando o conjunto de antenas

 

Feito isso, vamos fazer as ligações entre o tijolo RCX e os sensores conforme figuras 26 e 27.

 

Fixando o fio ao sensor
Fixando o fio ao sensor

 

 

Ligando os sensores ao tijolo RCX.
Ligando os sensores ao tijolo RCX.

 

 

Para finalizar a montagem mecânica, colocamos a base superior do suporte das antenas ilustrado na figura 28.

 

Base superior do suporte das antenas
Base superior do suporte das antenas

 

 

Temos o robô pronto, mas para deixá-lo mais bonito e cibernético, colocamos alguns detalhes para enfeita-lo como as mangueiras (figura 29) e uma antena parabólica (figura 30).

 

Colocando as mangueiras
Colocando as mangueiras

 

 

Fixando a “antena parabólica”.
Fixando a “antena parabólica”.

 

 

Para dar inteligência ao nosso robô usamos o programa já ilustrado na figura 13, que teve o seu funcionamento descrito anteriormente, fazendo com que o nosso robô ande para frente e, quando bater em um obstáculo, volte para trás, vire para esquerda e recomece a andar para frente.

Para transferir o programa ao robô, conecte a torre de infravermelho no PC e posicione-a de frente ao sensor de infravermelho do tijolo RCX (figura 31) utilizando o ambiente de programação do Robolab no PC.

 

Transferindo o programa para o robô.
Transferindo o programa para o robô.

 

Neste momento é só colocar o nosso robô no modo “Run” (figura 32) e vê-lo andar!

 

Para rodar o programa, basta apertar a tecla “Run”.
Para rodar o programa, basta apertar a tecla “Run”.

 

 

Este artigo demonstrou a facilidade de montagem e programação do robô utilizando os kits da Lego Dacta. O que ele não mostrou, foi a interação entre as pessoas no laboratório para a montagem do robô. A curiosidade, as ideias surgidas, os protótipos, os testes, enfim... O ambiente ficou altamente contagiado por esta proposta da LEGO! Acreditamos ser essa a mais importante peça do kit.

Se você está pensando em montar um laboratório de Robótica, Treinamento ou simplesmente fazer experiências, os conjuntos da LEGO Dacta podem ser uma excelente escolha.

 

 

BUSCAR DATASHEET

 


N° do componente 

(Como usar este quadro de busca)

 

Opinião

Mês de Muito Trabalho (OP197)

   Estamos em setembro de 2018 e continuamos com nosso trabalho, realizando palestras, viagens, escrevendo artigos, livros e muito mais. Em nossas duas últimas palestras, uma na Uninove e a outra na ETEC Albert Einstein, ambas de São Paulo, pudemos constatar de forma bastante acentuada um fato importante , que constantemente salientamos em nosso site desde seu início. 

Leia mais...

Duvidar e Crer
Duvidar de tudo ou tudo crer são duas soluções igualmente cômodas, que dispensam ambas de refletir. (Douter de tout ou tout croire CE sont deux solutions également commodes, qui lune et autre nous dispensent de réfléchir)
Henru Poincaré (Ciência e a Hipótese) - Ver mais frases


Instituto Newton C Braga
Entre em contato - Como Anunciar - Políticas do Site

Apoio Social
Lions Clube de Guarulhos Sul SOS Mater Amabilis
Advertise in Brazil
If your business is Electronics, components or devices, this site is the correct place to insert your advertisement (see more)