Seja educado quando falar em inglês (ING043)

Pode perfeitamente ocorrer que os nossos leitores precisem conversar com alguém em inglês, numa visita uma exposição estrangeira ou ainda quando encontrar um engenheiro de uma empresa estrangeira e deseja obter informações. Nesses casos é muito importante ser educado ou polido ao se fazer um pedido de informações ou coisa parecida. Como ser polido em inglês, é o que veremos nesse nosso artigo.

Existem diversas formas de se dirigir a uma pessoa de forma polida em inglês. Os chamados "polite requests" (pedidos polidos ou educados) podem usar três formas básicas:

 

* usando "I" (eu)

* usando "you" (você)

* usando "would you mind" (voce se importa)

 

Vejamos como usar cada uma dessas formas.

 

a) Polite requests with "I" as subject

(pedidos polidos usando "eu" como sujeito)

 

Temos nesse caso duas formas possíveis: May I (posso) e Could I (poderia). Exemplos:

 

May I (please) borrow your soldering iron? (Pode me emprestar seu ferro de soldar?)

Could I borrow your soldering iron (please)?

 

May I e could I são usados para pedir permissão. Os dois têm o mesmo grau de polidez. Um fato importante a ser notado é que "could" nessa frase tem um significado presente ou futuro e não passado, como no uso normal.

 

Também é possível usar a forma "might I borrow" nesses casos, mas se trata de forma pouco comum por ter uma conotação muito formal.

 

Outra forma é "Can I" (posso?)

 

Can I borrow your soldering iron? (pode me emprestar o ferro de soldar?)

 

(Antes de sair da loja, poderia lhe interessar num upgrade?)
(Antes de sair da loja, poderia lhe interessar num upgrade?)

 

Essa forma é usada num grau mais íntimo, quando as pessoas se conhecem bastante. É uma forma um pouco menos polida do que may I e could I.

 

Para essas formas também existem respostas típicas que são:

 

Yes certainly. (Sim, certamente)

Yes, of course (Sim, com certeza)

Sure. (Certamente - informal)

 

Evidentemente, se levarmos em conta os casos muito mais informais, podemos até incluir a forma "uh huh" (significando sim), como encontramos até em algumas gramáticas inglêsas.

 

b) Polite Resquests with "you" as the subject

Temos também diversas formas para se pedir alguma coisa de forma educada usando o "you".

 

Num primeiro caso podemos usar "would you" (você poderia) ou "will you" (você poderia). Os seguintes exemplos podem ser citados.

 

Would you pass the data sheet (please)?

(Poderia me passar o data sheet - por favor?)

 

Will you (please) pass the application note?

(Poderia me passar o application note - por favor?)

 

Os significado dos dois termos é o mesmo. No entanto "would you" é mais usado e também considerado mais educado. Veja entretanto, que em todos os casos também é importante notar que o grau de polidez tem muito a ver com a entonação da voz de quem faz a solicitação.

 

Um segundo caso faz uso da forma "could you" (poderia). Vejamos um exemplo:

 

Could you pass the multimeter (please)?

(poderia passar o multímetro - por favor?)

 

(Desculpe me Sr. Dali, poderia me dizer as horas, por favor?)
(Desculpe me Sr. Dali, poderia me dizer as horas, por favor?)

 

 

As formas could you e would you apesar de terem o mesmo significado, apresenta uma pequena diferença em relação ao grau de polidez que pode ser definida da seguinte maneira:

 

Would you - você quer fazer isso, por favor?

Could you - é possível você fazer isso por favor?

 

Cegamos finalmente à forma "can you". Também usada informalmente, soando de uma forma menos polida que as outras que vimos. Veja o seguinte exemplo:

 

"Can you (please) pass the multimeter?

(pode me passar o multímetro?)

 

Existem também respostas típicas para essas formas, sempre afirmativas. No entanto, se a resposta precisar ser negativa, também deve ser usada uma forma polida como:

 

"I'd like to, but .... (gostaria, mas ....segue o motivo pelo qual a resposta é negativa) - the multimeter is not with me (o multímetro não está comigo).

 

As respostas típicas são:

 

* Yes I'd (*) be happy to (Sim, fico feliz em...)

* Yes, I'd be glad to (Sim, fico contente em...)

* Certainly (certamente)

* Sure (certamente - informal)

 

(*) I would

 

Finalmente, temos o caso do uso "would you mind" (voce se incomodaria?)

 

Podemos usar essa forma para pedir permissão para alguma coisa, como, por exemplo:

 

"Would you mind if I used your oscilloscope?

(voce se incomodaria se eu usasse seu osciloscópio?)

 

Observe que essa forma segue o verbo no passado simples (used).

 

As resposta também precisam ser observada com cuidado. Se a pergunta é "você se incomodaria" , uma resposta afirmativa (permitindo que algo seja feito) é justamente uma negativa! Temos então as seguintes possibilidades:

 

* No, not at all

* No, that would be fine

 

Finalmente, temos a possibilidade de se usar essa forma para pedir a alguém que faça alguma coisa. O exemplo abaixo mostra como isso ocorre:

 

"Would you mind using your oscilloscope?"

 

A tradução dessa forma pode ser dada pelo significado em inglês mais completo que seria"

 

"I don't want to cause you any trouble, but would you allow me use your oscilloscope?"

 

As respostas típicas para essa forma seriam:

 

* No, I'd be happy to

* Not at all. I'd be glad to

* Sure

* Okay

 


"Você se incomoda em dar uma olhada e ver que tamanho de baterias eu uso?"

Localizador de Datasheets


N° do componente 

(Como usar este quadro de busca)

Opinião

Entrando em dezembro (OP207)

Estamos nos aproximando do último mês desse ano de pandemia (2020), com esperanças para que a vacina chegue logo e possamos voltar à normalidade. Há muito a ser feito a partir de agora e, como temos informados aqueles que nos seguem, nunca paramos. De fato, nosso trabalho tem sido contínuo, com a produção constante de material para o nosso site, lives, livros, vídeos, podcasts e muito mais. Na verdade, a única mudança que tivemos em nossas atividades foi a suspensão dos eventos presenciais. Esperamos que no próximo ano eles voltem, talvez com algumas modificações, mas que possamos estar juntos daqueles que nos acompanham.

Leia mais...