Comunicação de dados via GSM/GPRS aplicado à leitura automática de medidores (AMR) (TEL266)

Atualmente o telefone celular já faz parte da nossa vida cotidiana, e o mesmo começa a acontecer com máquinas e equipamentos que se comunicam via rede sem fio. Esse mercado de M2M (machine to machine) utiliza pequenos módulos especialmente desenvolvidos para trafegar dados. Em 2005 estima-se em torno de 1 bilhão de dólares o mercado mundial desses módulos, com potencial de crescimento de 50% ao ano.

 

Nota: este artigo é de 2005.

 

Com esse cenário, grandes oportunidades de negócios estão surgindo, entre os quais podemos citar o segmento de rastreamento de veículos, logística, pagamentos (POS), segurança, telemedicina, telemetria e Leitura Automática de Medidores (AMR - Automatic Meter Reading).

No Brasil as concessionárias de energia, água e gás tem um grande potencial de utilizar essa tecnologia para automatizar a leitura dos medidores. No caso das concessionárias de energia, mais do que reduzir custos de leitura, elas estão buscando soluções para equacionar problemas de:

Deteção de perdas e fraudes

Corte e religamento remoto

Gerenciamento de carga

Tarifação diferenciada por período de consumo

Redução da inadimplência (Pré-pagamento)

 

Um ponto sensível dos sistemas de Leitura Automática de Medidores (AMR) é a comunicação de dados. Neste caso temos no Brasil as operadoras de GSM (Global System Mobile Ccmmunication), que oferecem o serviço de GPRS (General Packet Radio Service) a preços bem atrativos e com uma grande área de cobertura nacional, viabilizando a implementação de aplicações de monitoramento em tempo real de centenas de milhares de pontos instalados.

Novos modems lançados no início de 2005, que incorporam módulos GSM/GPRS têm a vantagem, frente aos convencionais, de serem programados em Java, o que possibilita substituir um PC, CLP ou um sistema dedicado de maneira eficiente, integrando toda a comunicação em um único dispositivo e com ganhos significativos de custos.

A figura 1 ilustra um modelo clássico de leitura, utilizando um medidor de energia com comunicação serial. O programa em JAVA armazenado na memória flash do modem se comunica com o Medidor, interpreta os dados e armazena no Buffer. O Modem JAVA abre uma conexão TCP/IP com o sistema de Gestão da Concessionária e transmite os dados armazenados no Buffer. Com a conexão estabelecida, a comunicação entre Modem e Sistema de Gestão é bidirecional em GPRS e tarifada por byte, e não por tempo. Este Sistema, além de receber os dados do Medidor, pode enviar comandos de corte e religamento.

Uma solução desenvolvida para atender à necessidade técnica e de custo de implantação / operação para o mercado brasileiro, pode ser exportada para atender outros países.

Como vimos, as novas tecnologias bem aplicadas podem favorecer o usuário final com serviços de melhor qualidade, e aumentar a lucratividade das concessionárias com redução de perdas e fraudes além de oferecer novos modelos de negócios.

 

 

Figura 1
Figura 1

 

 


Opinião

Eventos e muito mais (OP212)

Nosso grande destaque deste mês é o nossa Jornada do Desenvolvimento, que ocorrerá em três etapas sendo a primeira a que foi realizada entre 9 e 13 de agosto. Ela foi uma preparação para as demais que devem ocorrer em setembro e outubro, com oficinas de desenvolvimento com o Edukit SigFox e a Franzininho, numa jornada com os próprios criadores.

Leia mais...

Localizador de Datasheets e Componentes


N° do componente 

(Como usar este quadro de busca)

Podcast INCB Tecnologia