Dimmer com PIC (MIC032)

Ainda que as lâmpadas incandescentes estejam sendo gradualmente substituídas por LEDs e lâmpadas eletrônicas em muitas aplicações, existem os casos em que seu emprego é preferido. Como exemplo podemos citar estufas e locais em que possa regular a intensidade luminosa com precisão. Nesses casos, um dimmer ou controle de brilho é um dispositivo importante. Neste artigo, baseado no TB094 da Microchip (WWW.microchip.com) descrevemos um circuito simples para controle de brilho usando PIC na rede AC.

Embora o circuito seja originalmente projetado para lâmpadas incandescentes, seu uso pode ser estendido para elementos de aquecimento e outros dispositivos de potência como pirógrafos, etc.

A idéia básica deste projeto é controlar a potência aplicada a uma carga resistiva a partir de um circuito de corrente alternada, determinando o instante dentro de cada semiciclo em que um semicondutor de potência (TRIAC) dispara.

Assim, conforme mostra a figura 1, o ângulo de disparo determina a parcela do semiciclo que é conduzida e com isso a potência aplicada à carga.

 

Potência aplicada à carga.
Potência aplicada à carga.

 

No caso dos microcontroladores PIC, o0 que se faz é programar um algoritmo que permite disparar o TRIAC nos ângulos desejados, dentro da faixa de potência que se pretende aplicar ao dispositivo usado como carga.

Para o circuito original da Microchip, apresentado na figura 2, temos uma capacidade de potência de 100 a 200 W na rede de 110 V com o TRIAC empregado.

 

Esquema elétrico do Dimmer.
Esquema elétrico do Dimmer.

 

O circuito foi programado para operar na rede de 60 Hz, mas podem ser feitas alterações para uma operação em outras frequências de rede. Também se levou em conta a utilização dos TRIAC nos quadrantes em que ele exige menor corrente para o disparo. Isso significa uma operação no segundo e quarto quadrantes.

O TRIAC usado (da Teccor) precisa de apenas 3 mA para o díspar, e a menor corrente de manutenção esse componente é de 5 mA. Essa corrente é importante, pois indica o instante em que ele desliga no final de cada semiciclo, o que é um pouco antes da passagem por zero, como se costuma pensar.

Com uma resistência de filamento de1 ? para a lâmpada, isso ocorre com uma tensão de aproximadamente 5 V. Para o disparo isso também é importante, pois exige que o pulso tenha pelo menos 100 us, que é o tempo necessário para que depois da passagem por zero, a tensão da rede atinja 5 V (positivos ou negativos), conforme ilustra a figura 3.

 

Pulso de disparo.
Pulso de disparo.

 

Para o projeto foi utilizado um PIC10F200, disponível em invólucro SOT-23 para montagem em superfície. Esse componente precisa de apenas 350 uA para funcionar e fornece 25 mA em seus picos de saída para excitação do TRIAC. O circuito inclui ainda um receptor infravermelho para possa ser controlado via controle remoto sem fio.

O controle remoto também é baseado no PICF200, usando-se a função wake-up para que ele fique num estado de baixo consumo até o momento em que seja solicitado.

O circuito gera dois sinais modulados. A frequência da portadora é de 38 kHz, que é a empregada pelo módulo do receptor. O circuito para o controle remoto é mostrado na figura 4.

 

 O circuito para o controle remoto.
O circuito para o controle remoto.

 

Sua alimentação é feita por uma pequena bateria de lítio de 3,0 V que terá excelente durabilidade dado o baixo consumo e também devido ao fato do circuito ser usado por curtos intervalos de tempo.

 

Software

A Microchip recomenda que o circuito de potência esteja obrigatoriamente desligado da rede de energia quando for feita a programação do PIC.

O programa pode ser obtido no site da própria Microchip, acessando o documento DS91091A.


BUSCAR DATASHEET

 


N° do componente 

(Como usar este quadro de busca)

 

Opinião

Novembro chegando (OP197)

Novembro é o mês de encerramento das aulas e com isso, diferentemente do que muitos pensam, as atividades estudantis não terminam. Alguns curtirão suas férias, mas outros ficam para exames e mais ainda, precisam terminar seus TCCs.

Leia mais...

Ofício
Todos os ofícios agradam na medida em que neles se governa, e desagradam na medida em que neles se obedece. (Tous lês métiers plaisent autant que lon y governe, et déplaisent autant que lon y obéit.)
Alain (1868-1951) - Considerações sobre a Felicidade - Ver mais frases


Instituto Newton C Braga
Entre em contato - Como Anunciar - Políticas do Site

Apoio Social
Lions Clube de Guarulhos Sul SOS Mater Amabilis
Advertise in Brazil
If your business is Electronics, components or devices, this site is the correct place to insert your advertisement (see more)