Micro Transmissor de FM (MIN693)

Quando lançamos pela primeira vez no Brasil um Micro-transmissor de FM, dando de brinde a placa de circuito impresso com bobina impressa, não poderíamos imaginar que os 60.000 exemplares da revista em que fizemos isso se esgotariam em poucos dias. Posteriormente, lançamos outras versões de micro-transmissores, sempre com grande sucesso, mas mesmo assim, acreditamos que muitos leitores das novas gerações (e mesmo das velhas), ainda não tenham executado este tipo de montagem.

Obs. Este artigo é de 1986.

 

Por isso, nosso projeto, de certo modo lembrando os "velhos tempos", é de um excelente micro-transmissor de FM. Com ele, você poderá transmitir sua voz para rádios de FM próximos (até 50 metros ou mais), brincando de repórter volante, agente secreto, ou utilizando-o em gravações ou representações, sem a necessidade do incômodo fio do microfone.

O circuito opera com apenas 2 pilhas (3V) e o microfone usado é de eletreto o que é uma garantia de excelente sensibilidade.

Melhorias em relação ao projeto original (Scorpion), garantem um excelente desempenho deste transmissor.

 

Montagem

Na figura 1 temos o diagrama completo do apare!ho, observando-se que o transistor usado pode ser tanto o BF494 como o BF495.

 

Figura 1 – Diagrama do transmissor
Figura 1 – Diagrama do transmissor

 

O desenho da placa de circuito impresso em tamanho natural, assim como a identificação dos terminais de ligação do microfone de eletreto de dois terminais, são dados na figura 2.

 

Figura 2 – Placa para a montagem
Figura 2 – Placa para a montagem

 

O conjunto poderá ser instalado posteriormente numa caixinha plástica. Não use caixa de metal para que o circuito não se instabilize.

A antena é um pedaço de fio rígido de aproximadamente 5 a 15 cm.

A bobina L1 é enrolada num lápis, sendo formada por 4 voltas de fio rígido comum ou esmaltado grosso (18 a 22), com tomada na segunda espira.

Observe também a posição do trimmer de porcelana ou plástico (com alteração da placa) , com a armadura externa do lado da ligação em S1. Se houver inversão,o circuito poderá ficar instável, principalmente para o ajuste.

 

Prova e Uso

Ligue um receptor de FM nas proximidades a meio volume, numa frequência em que não haja estações.

Com uma chave plástica ou de madeira (especial para ajuste de bobinas), gire o parafuso de CV até captar o sinal mais forte do transmissor.

Dizemos o mais forte pois pode ser captado mais de um sinal.

Afaste-se depois, falando no microfone e retoque a sintonia do receptor, para verificar o alcance.

Se tiver dificuldade no ajuste, retire a bobina e enrole-a com uma espira a menos ou a mais.

Não fale com o FM a todo volume e muito próximo, pois surge uma realimentação acústica (microfonia), na forma de um forte apito.

 

Lista de Material

Q1 - BF494 ou BF495 - transistor de RF

MIC - Microfone de eletreto de dois terminais

L1 - Bobina (ver texto)

B1 – 3 V- duas pilhas pequenas

R1 – 1 k x 1/8 W - resistor (marrom, preto, vermelho)

R2 - 4k7 x 1/8 W - resistor (amarelo, violeta, vermelho)

R3 - 3k9 x 1/8 W - resistor (laranja, branco, vermelho)

R4 - 47 Ω x 1/8 W - resistor (amarelo, violeta, preto)

C1 - 1 µF x 6 V ou mais - capacitor eletrolítico

C2 - 2n2 (222) - capacitor cerâmico

C3 - 3p9 ou 4p7 - capacitor cerâmico (disco ou plate)

C4 - 100 nF (104) - capacitor cerâmico

S1 - Interruptor simples

Diversos: placa de circuito impresso, caixa para montagem, fios, solda, suporte para 2

pilhas pequenas, etc.

 

 


Opinião

Olhando para o futuro

Já estamos aprendendo a viver com a pandemia e nos preparando para os tempos em que tudo voltará ao normal, mas não o normal a que estávamos acostumados. Um novo normal, com novos hábitos, a tecnologia aplicada talvez de uma forma diferente, novas profissões e principalmente tecnologias específicas que antes não haviam sido pensadas.

Leia mais...

Localizador de Datasheets e Componentes


N° do componente 

(Como usar este quadro de busca)

Podcast INCB Tecnologia