Fonte de alimentação estabilizada valvulada (V014)

 

A fonte estabilizada que descrevemos pode fornecer tensões de 200 V  a 300 V sob uma corrente máxima de 50 mA. Trata-se de circuito típico da era das válvulas, com aplicações na bancada de projetos valvulados. O grande problema deste circuito está na obtenção dos transformadores.

 

 

O transformador usado neste projeto deve ter enrolamentos de alta tensão de 350 + 350 V mais baixa tensão de 5 V para a válvula retificadora. Temos ainda um transformador adicional de 6 V para os filamentos das demais válvulas.

Observe a existência de uma válvula reguladora de tensão 85A2 que é uma espécie de zener-válvula utilizada nos circuitos daquela época como referência e regulagem de tensão. O circuito da fonte é dado na figura 1.

 

Figura 1 – Circuito da fonte valvulada

 

O instrumento M1 tem fundo de escala de 1 mA servindo para indicar a tensão de saída. Os ajustes da tensão de saída são feitos em dois potenciômetros, sendo um o ajuste fino.

A tensão de trabalho dos eletrolíticos da fonte deve ser de pelo menos 600 V e os resistores são de ½ W. O circuito é indicado para a rede de 220 V, mas pode funcionar na rede de 110 V com o uso de um transformador com primário para esta tensão.

 


Opinião

Olhando para o futuro

Já estamos aprendendo a viver com a pandemia e nos preparando para os tempos em que tudo voltará ao normal, mas não o normal a que estávamos acostumados. Um novo normal, com novos hábitos, a tecnologia aplicada talvez de uma forma diferente, novas profissões e principalmente tecnologias específicas que antes não haviam sido pensadas.

Leia mais...

Localizador de Datasheets e Componentes


N° do componente 

(Como usar este quadro de busca)

Podcast INCB Tecnologia