Conversores abaixadores síncronos MPQ2178 MPS (COMD078)

Destacamos neste artigo os conversores abaixadores (step down) síncronos MPQ2178 da MPS (Monolithic Power Systems) que são conversores abaixadores síncronos MPQ2178, conversores monolíticos e de modo de comutação com MOSFETs de potência internos integrados. O artigo foi elaborado com base em documentação que pode ser acessada no link abaixo através do site da Mouser Electronics que também o disponibiliza para a venda.

Link para documentação: https://br.mouser.com/new/monolithicpowersystems/mps-mpq2178-converters/ 

Esses conversores atingem 2A de corrente de saída contínua em uma faixa de tensão de entrada de 2,5V a 5,5V com uma boa carga e regulação de linha. A tensão de saída (VOUT) dos conversores abaixadores síncronos MPQ2178 pode ser regulada até 0,6 V para a versão de saída ajustável.

Na figura 1 temos os circuitos de aplicação típica para as versões com tensão ajustável de saída e com tensão fixa de saída.

 

Figura 1 – Aplicações típicas
Figura 1 – Aplicações típicas

 

Esses conversores apresentam precisão de feedback (FB) de 1%, frequência de comutação de 2,4 MHz, opções de saída fixa, ciclo de trabalho de 100% e controle externo de Soft Start (SS).

A característica de eficiência em função da corrente de carga e das perdas de potência é dada na figura 2.

 

Figura 2 - Características
Figura 2 - Características

 

 

Os conversores abaixadores síncronos MPQ2178 usam um controle Constant-On-Time (COT) com alimentação de tensão de entrada para estabilizar a Frequência de Chaveamento (fSW) em toda a faixa de entrada. As aplicações típicas incluem infoentretenimento automotivo, módulos de câmera, chaveiros, suprimentos industriais e dispositivos alimentados por bateria.

O invólucro é o QFN-8 com 1,5 x 2 mm apresentando a pinagem mostrada na figura 3.

 

Figura 3 – Invólucro e pinagem
Figura 3 – Invólucro e pinagem

 

 

As funções dos pinos são descritas detalhadamente no datasheet no link mostrado no início do artigo. Da mesma forma, podem ser consultados os máximos absolutos e as características elétricas.

Diversas curvas importantes para o uso do componente num projeto são disponibilizadas, como as mostradas na figura 4.

 

Figura 4 – Algumas curvas importantes para projeto
Figura 4 – Algumas curvas importantes para projeto

 

O bloco funcional é mostrado na figura 5.

 

Figura 5 - Diagrama funcional de blocos para a versão ajustável
Figura 5 - Diagrama funcional de blocos para a versão ajustável

 

Também temos curvas de performance a aplicações típicas. Para as aplicações típicas são dados os procedimentos de cálculo dos componentes externos para um projeto prático e dados importantes para a confecção da placa de circuito impresso.

Temos finalmente dois circuitos práticos prontos para uso com os componentes calculados. O primeiro, mostrado na figura 6, é de um regulador fixo de 1,2 V com 2 A de saída, mostrado na figura 6.

 

Figura 6 – Regulador de 1,2 V x 2 A
Figura 6 – Regulador de 1,2 V x 2 A

 

E na figura 7 temos um circuito de um regulador de 1,2 ou 1,8 V com 2 A para saída fixa de tensão.

 

Figura 7 – Regulador com saída fixa.
Figura 7 – Regulador com saída fixa.

 

 

 

 


Opinião

Novos tempos (OP213)

O mundo mudou. Depois da pandemia e também da guerra na Ucrânia o mundo será outro. Estamos presenciando e percebendo isso. Já não somos mais os mesmos.

Leia mais...

Localizador de Datasheets e Componentes


N° do componente 

(Como usar este quadro de busca)

Podcast INCB Tecnologia