NOSSAS REDES SOCIAIS -

LASER na busca dos ETs (PN037)

Em nosso artigo A Eletrônica em Busca dos ETs (PN011) falamos do projeto SETI (Search for ExtraTerrestrial Intelligence) mostrando como antenas focalizadas para o espaço estão sendo usadas para rastrear sinais de rádio de possíveis civilizações extraterrestres. Pois bem, agora é a vez do projeto SERI usar o LASER para tentar localizar civilizações em outros pontos do universo. Neste artigo tratamos um pouco desta nova estratégia.

O Projeto SERI já tem mais de 60 anos, sempre focalizando sua buscas na eventual possibilidade de que uma civilização em determinado ponto de sua evolução tenha descoberto as ondas de rádio e aprendido a utilizá-las.

Milhões de gravações de sinais que foram colhidos ao longo deste tempo ainda estão sendo analisadas e para isso, o projeto conta com voluntários espalhados pelo mundo todo. (veja mais em: https://www.seti.org/ ).

Agora, uma nova e ambiciosa etapa prevê que em algum ponto de sua evolução um eventual civilização extraterrestre também tenha descoberto o LASER e aprendido como utilizá-lo em comunicações ou outras finalidades.

Assim, se queremos detectar essas civilizações, devemos também explorar o espectro das radiações ópticas, procurando por emissões LASER.

O SETI Institute está então lançando o Laser SETI, um projeto ambicioso que envolve a colocações de receptores ópticos espalhados pelo mundo com a finalidade de detectar as emissões inteligentes de LASER modulado.

 


 

 

O interessante é que este projeto é aberto e quem quiser participar da busca de civilizações extraterrenas pode comprar um kit receptor cujo custo vai de 25 a 10 000 dólares conforme o grau de participação desejado.

Na foto abaixo temos uma das câmeras que será utilizada no projeto.

 

Foto: projeto Laser SETI.
Foto: projeto Laser SETI.

  

Nesta mesma páginas existe o link para um vídeo que fornece mais informações sobre o projeto (em inglês).

 

 

BUSCAR DATASHEET

 


N° do componente 

(Como usar este quadro de busca)

 

Opinião

Momento de agir pensando no futuro

Não temos dúvidas de que estamos diante de uma grande pandemia. As notícias que correm pela mídia, muitas com conteúdo extremamente alarmistas, fazem com que muitas pessoas fiquem desorientadas não sabendo o que fazer. No entanto, uma coisa é certa: temos de seguir as recomendações básicas que impeçam o rápido alastre da epidemia e isso inclui a quarentena.

Leia mais...

Nomes das Coisas
Brasileiro não sabe os nomes das plantas, nem das flores, e a qualquer objeto chama de coisa , troço , negício .
Manoel Bandeira (1886 1968) Andorinha, Andorinha - Ver mais frases


Instituto Newton C Braga
Entre em contato - Como Anunciar - Políticas do Site

Apoio Social
Lions Clube de Guarulhos Sul SOS Mater Amabilis
Advertise in Brazil
If your business is Electronics, components or devices, this site is the correct place to insert your advertisement (see more)