Transmissor Solar (TEL155)

O transmissor que descrevemos funciona com energia solar podendo emitir sinais a distâncias da ordem de 30 m. Os sinais podem ser captados em receptores comuns de FM (portáteis, fixos ou de automóveis) e a modulação vem de um microfone de eletreto comum.

Damos um circuito aplicativo para células solares que cada vez se tornam mais acessíveis bastante curioso, pois trata-se de um transmissor de voz alimentado por energia solar que opera na faixa de FM.

Em condições normais de funcionamento, seu alcance é da ordem de 30 m servindo como excelente recurso para demonstrações em feiras de ciências ou mesmo aulas.

 

COMO FUNCIONA

Trata-se de um oscilador de alta frequência com um único transistor BF494, o qual opera em frequência determinada por L1 e CV. Fazemos estes componentes de tal forma a obter sinal em frequência livre da faixa de FM, entre 88 a108MHz.

O sinal é irradiado a partir de uma antena que nada mais é do que um pedaço de fio rígido de 20 a 40 cm de comprimento. Uma antena telescópica de mesmas dimensões também pode ser usada.

A modulação vem de um microfone de eletreto, o que garante excelente sensibilidade para o circuito além de uma ótima qualidade de som.

O microfone modula na base do circuito quando os sinais de áudio provocam pequenas variações na frequência das oscilações e com isso a desejada transferência do sinal modulado.

A alimentação, da ordem de 1,8 V, vem da célula solar usada originalmente, mas células de 3 ou mesmo 4,5 V podem ser usadas, com maior alcance.

A tensão em questão é suficiente para alimentar o circuito que não exige mais do que 20 mA, o que pode ser obtido com uma boa iluminação.

Para demonstrações em recintos fechados pode ser necessário usar uma lâmpada comum distância de 30 a 4ocm da célula para se obter o alcance desejado.

 

MONTAGEM

Na figura 1 temos o diagrama completo do aparelho.

 

Figura 1 – Diagrama completo do transmissor
Figura 1 – Diagrama completo do transmissor

 

Na figura 2 temos a sua montagem realizada tendo por base uma ponte de terminais.

 

 Figura 2 – Montagem em ponte de terminais
Figura 2 – Montagem em ponte de terminais

 

A montagem também pode ser feita em uma matriz de contato ou então em placa de circuito impresso, mas neste caso a disposição dos componentes fica por conta do leitor.

O transistor pode ser o BF494 ou equivalentes como o BF254, BF295 etc.

Os capacitores devem ser cerâmicos de boa qualidade.

A bobina consta de 3 ou 4 voltas de fio comum ou esmaltado grosso (18 ou 20) sem núcleo, com o diâmetro de 1cm e espaçamento entre espiras da mesma ordem que a espessura do fio.

O trimmer pode ser de qualquer tipo comum com capacitância mínima de 2 a 5 pF e máxima de 15 a 30 pF. Nele faremos o ajuste da frequência de operação.

O microfone é de eletreto de dois terminais devendo ser observada sua posição (polaridade) e se tiver de usar um cabo para conexão, ele deve ser blindado com a malha ligada ao polo negativo da alimentação e do próprio microfone.

 

PROVA E USO

O transmissor funcionará bem com 1 ou 2 pilhas comuns, podendo estas servirem de fonte para ajustes.

Ligue então nas proximidades do transmissor um receptor de FM sintonizado em ponto livre da faixa.

Alimente o circuito e ajuste o trimmer para ouvir seu sinal. Procure pelo sinal mais forte pois mais de um pode ser captado, mas somente um é o fundamental com maior alcance.

Uma vez comprovado o funcionamento, use a célula solar iluminando-a bem.

Se houver ronco com sua alimentação, ligue em paralelo um capacitor eletrolítico de 470 µF ou 1 000 µF com tensão entre 3 e12 V.

 

CV - trimmer comum (ver texto)

R1 - 1k - resistor (marrom, preto, vermelho)

R2 - 4k7 - resistor (amarelo, violeta, vermelho)

R3 - 3k3 - resistor (laranja, laranja, vermelho)

R4 - 33 Ω - resistor (laranja, laranja, preto)

B1 - célula solar de 1,8V ou mais

Q1 - BF494 - transistor de RF

MIC - microfone de eletreto

S1 - interruptor simples

L1 - bobina (ver texto)

C1, C4 – 100 nF - capacitor cerâmico

C2 - 2n2 (223) - capacitor cerâmico

C3 - 4p7 - capacitor cerâmico

Diversos: ponte de terminais, fios, solda, etc.

 

 


Opinião

Novos tempos (OP213)

O mundo mudou. Depois da pandemia e também da guerra na Ucrânia o mundo será outro. Estamos presenciando e percebendo isso. Já não somos mais os mesmos.

Leia mais...

Localizador de Datasheets e Componentes


N° do componente 

(Como usar este quadro de busca)

Podcast INCB Tecnologia