Novos exoplanetas descobertos (AST022)

No artigo anterior explicamos como planetas em torno das estrelas distantes podem ser descobertos, mesmo sendo ofuscados pela luz das estrelas em torno da qual gravitam. Com o avanço da tecnologia, planetas cada vez menores podem ser detectados e em notícia de 2018 constatamos a descoberta de um planeta de apenas 1,3 vezes a massa da terra gravitando em torno de uma estrela anã do tipo M.

 

A missão TESS da NASA descobriu em 2018 um planeta de aproximadamente 1,3 vezes a massa da terra gravitando em torno de uma estrela anã. Este tipo de estrela é a maioria em nossa galáxia e em torno delas está a maioria dos planetas descobertos até agora.

A descoberta foi feita justamente com a técnica que escrevemos no artigo anterior. A passagem do planeta diante da estrela causa uma pequena diminuição de seu brilho, quando a observamos a partir da terra. O planeta, mesmo sendo bem menor a “ofusca” e a variação do brilho pode ser medida.

O planeta, que recebeu a denominação LHS 3844b está em girando de uma estrela a 48,6 anos-luz.

 

Imagem da NASA mostrando a passagem de Vênus diante do Sol em 2012, para ilustrar o que ocorre no caso da estrela
Imagem da NASA mostrando a passagem de Vênus diante do Sol em 2012, para ilustrar o que ocorre no caso da estrela

 

No caso da estrela distante, a detecção foi possível porque a estrela observada tem um brilho muito pequeno, de modo que qualquer parcela da luz ofuscada contribui de modo sensível para variação da luz que chega até nós.

Uma característica interessante do planeta detectado é que ele dá uma volta em torno da estrela em apenas 11 horas, o que significa que está muito próximo dela.

No entanto, pela proximidade está fora da esfera ecológica, não tendo condições de manter atmosfera e uma temperatura em que haja possibilidade de se encontrar a água no estado líquido.

Podemos dizer que este planeta tem mais semelhança com a Lua ou Mercúrio, consistindo numa rocha que, pela sua posição na órbita se deformou pela ação gravitacional da estrela e fica sempre com a mesma face voltada para ela.

A NASA mantém um programa intenso para buscar planetas que tenham condições semelhantes à terra que, conforme explicamos no artigo AST020, devem ter temperaturas, tamanhos e estar em torno de uma estrela com características especiais.

.

 


Opinião

Eventos e muito mais (OP212)

Nosso grande destaque deste mês é o nossa Jornada do Desenvolvimento, que ocorrerá em três etapas sendo a primeira a que foi realizada entre 9 e 13 de agosto. Ela foi uma preparação para as demais que devem ocorrer em setembro e outubro, com oficinas de desenvolvimento com o Edukit SigFox e a Franzininho, numa jornada com os próprios criadores.

Leia mais...

Localizador de Datasheets e Componentes


N° do componente 

(Como usar este quadro de busca)

Podcast INCB Tecnologia