Lembrete para o Carro (ART1923)

Não são poucos os usuários de automóveis, que saem do veículo deixando as lanternas acesas, e com isso tem a desagradável surpresa de encontrar uma bateria descarregada no mesmo momento da partida. O aparelho simples que descrevemos neste artigo, é um lembrete para motoristas distraídos: ele aciona um bip, se o motorista tentar deixar o carro com as lanternas acesas.

Obs. Os carros modernos, em sua maioria já possuem este recurso.

 

Lanternas acesas com um veículo parado, provocam a descarga da bateria em menos tempo do que muitos pensam.

Se o leitor tem o costume de deixar as lanternas acesas e mais de uma vez já ficou sem a partida no momento mais crítico possível então é hora 'de agregar aos equipamentos de seu carro um lembrete eletrônico.

O circuito proposto é simples: se a porta for aberta quando as lanternas estiverem acesas, um bip alerta o motorista sobre a necessidade de desligá-las.

Na condição de repouso o consumo do circuito é praticamente nulo não causando qualquer problema para o veículo, eliminando-se assim também a necessidade de um interruptor (que o motorista distraído certamente também vai esquecer de acionar).

Usando apenas um integrado CMOS ele é muito simples de montar e também de instalar.

 

Características:

Tensão de alimentação: 12 V

Consumo em espera 1,0 mA (tip)

Consumo máximo: 5 mA (tocando)

 

O que temos é uma configuração lógica que aciona um oscilador intermitente quando uma determinada condição é obtida. Esta condição é que a chave que alimenta as lanternas esteja ligada e que a chave que aciona a luz de cortesia conectada às portas esteja fechada (porta aberta).

Para isso, nos baseamos numa das 4 portas NAND disparadoras disponíveis no circuito integrado 4093B.

Assim, temos o nível lógico “O" quando a chave no painel está desligada e as lanternas estão apagadas. Nesta condição, o circuito oscilador também não recebe alimentação e podemos descartar o funcionamento nesta condição. Como tanto faz que a porta esteja aberta ou não se a chave das lanternas estiver desligadas, duas condições das 4 possíveis estão eliminadas.

As outras duas condições ocorrem quando a porta está fechada e o nível lógico disponível é “1”, e a porta aberta, caso em que a chave S2 fecha, levando o nível baixo para a entrada da porta lógica Cl-1a.

O acionamento do oscilador formado pelas portas CI-1b e CI-1c ocorre quando o pino 5 do CI é levado ao nível alto.

Assim, estando a chave no painel ligada (nível alto no pino 1) e a chave S2 fechada (porta aberta) com nível baixo no pino 2, temos a condição desejada.

Se S2 for aberta (porta fechada) a saída do CI-1a irá ao nível baixo e o oscilador será inibido. Nas outras condições, conforme vimos em que S1 é aberta a alimentação será desligada.

CI-1b forma um oscilador lento ou modulador, e CI-1c um oscilador que dá o tom de áudio.

A intermitência pode então ser alterada pela troca de valor de R1 e a tonalidade do aviso pela troca de R2.

O sinal intermitente gerado é amplificado digitalmente por CI-1d que excita em contrafase um transdutor piezoelétrico comum.

O capacitor C3 filtra a alimentação evitando interferências ou transientes do sistema elétrico do carro, principalmente se o motor estiver ligado.

O aparelho poderá ser oculto sob o painel ficando apenas o transdutor BZ no painel, em qualquer lugar que possa ser ouvido.

Na figura 1 temos o diagrama completo do lembrete.

 

   Figura 1 – Diagrama do lembrete
Figura 1 – Diagrama do lembrete

 

 

A disposição dos componentes numa pequena placa de circuito impresso é mostrada na figura 2.

 

Figura 2 – Placa de circuito impresso para a montagem
Figura 2 – Placa de circuito impresso para a montagem

 

A placa possui apenas três pontos de ligação identificados pelas letras A, B e C.

O circuito integrado, preferivelmente, deve ser instalado num soquete DIL de 14 pinos.

Os resistores são de 1/8 W e o capacitor eletrolítico C3 deve ter uma tensão de trabalho de pelo menos 16 V. Os demais capacitores podem ser de poliéster ou cerâmicos.

O buzzer BZ pode ser qualquer tipo ou então uma cápsula piezoelétrica de microfone. Não deve ser usado transdutor de baixa impedância.

A prova de alimentação pode ser feita ligando-se os pontos A e C a uma fonte de alimentação de 6 a 12 V.

Com B ligado ao positivo da fonte não deve haver toque do oscilador.

Com B encostado ao terra ou ponto C deve haver o toque intermitente do oscilador.

Comprovado o funcionamento e só fazer a instalação:

O ponto A será ligado ao fio que alimenta as lanternas depois da chave que aciona as lanternas no painel do carro.

O ponto B é ligado ao fio que vai da luz de cortesia no teto do carro a qualquer uma das chaves existentes na porta.

O ponto C é ligado a qualquer ponto do chassi do carro.

Feita a instalação no carro para usar o leitor não precisa de nenhum acionamento: se as lanternas estiverem acesas e a porta for aberta o toque do oscilador vai lembrar o motorista que antes de deixar o veículo é preciso desligá-las.

 

Se precisar de componentes originais e com o envio imediato, acesse mouser.com
.

Semicondutores:

Cl-1 - 4093B - circuito integrado CMOS

 

Resistores: (1/8, 5%)

R1 - 1,5 M ohms

R2 - 47 k ohms

 

Capacitores:

C1 - 470 nF - cerâmico ou poliéster

C2 - 47 nF - cerâmico ou poliéster

C3 - 47 uF x 16 V – eletrolítico

 

Diversos:

BZ - Transdutor piezoelétrico ou equivalente

Placa de circuito impresso, caixa, soquete para o Cl, fios, etc.

 


Localizador de Datasheets


N° do componente 

(Como usar este quadro de busca)

Opinião

Mudanças realizadas (OP206)

Nas últimas semanas nosso site e mesmo nossa empresa passaram por diversas modificações, atualizações e lançamentos. Assim, muitos podem ter percebidos alguns problemas de instabilidade do site em certos momentos nas semanas passadas.

Leia mais...