Freio Para Motor de Corrente Contínua (IP990)

Quando um motor de corrente contínua é desenergizado ele passa a rodar livremente só parando depois de algum tempo devido ao atrito das partes que ele movimenta.

Uma maneira de se agregar um freio a um motor é colocando em curto a bobina no momento em que ele é desligado.

O que ocorre é que ao girar o motor se comporta como um dínamo, aparecendo uma tensão entre seus terminais.

Se a bobina for curto-circuitada, a carga que ela representa fará com que o movimento encontre forte oposição, ocorrendo a frenagem.

Na figura temos um circuito é que um transistor comuta um relé que coloca em curto a bobina para se obter a frenagem.

Deve-se ter um circuito lógico que só libere a frenagem quando o motor estiver completamente desenergizado, para que não ocorra um curto no seu circuito de controle.

 


 

 

A contra força eletromotriz CFEM gerada quando o motor gira em aberto é usada para sua frenagem.

 


Opinião

Eventos e muito mais (OP212)

Nosso grande destaque deste mês é o nossa Jornada do Desenvolvimento, que ocorrerá em três etapas sendo a primeira a que foi realizada entre 9 e 13 de agosto. Ela foi uma preparação para as demais que devem ocorrer em setembro e outubro, com oficinas de desenvolvimento com o Edukit SigFox e a Franzininho, numa jornada com os próprios criadores.

Leia mais...

Localizador de Datasheets e Componentes


N° do componente 

(Como usar este quadro de busca)

Podcast INCB Tecnologia