Nervo Teste (MIN501)

O Nervo-teste é um jogo eletrônico tradicional. O jogador deve passar uma argola de metal por um arame tortuoso, sem deixá-la encostar nesse arame. Se isso ocorrer o circuito dispara indicando uma falta. Vence quem conseguir passar a argola até o final do arame ou ainda que cometer menos faltas.

A versão da figura 1, dispara por certo intervalo de tempo um oscilador, que emite um som, sempre que houver um toque da argola no arame (falta).

 

Figura 1
Figura 1

 

O circuito é temporizado, o que quer dizer que independentemente de quão pequeno seja o toque, o som emitido tem sempre a mesma duração. Essa duração depende de C1 e de R1, componentes que podem ser alterados pelo montador.

O transdutor é do tipo cápsula piezoelétrica de alta impedância e a alimentação do circuito pode ser feita por pilhas ou bateria comuns. O consumo é muito baixo, já que ele ocorre praticamente somente quando o som é produzido.

Na figura 2 temos uma sugestão de placa de circuito impresso para a montagem do Nervo-Teste.

 

Figura 2
Figura 2

 

 

A argola e arame tortuosos são feitos com pedaços de fio nu rígido grosso (16 ou 18).

Teste o aparelho, encostando por um instante a argola no arame tortuoso. O aparelho deve emitir som por alguns segundos. Se quiser alterar esse tempo, modifique o valor de C1.

 

Se precisar de componentes originais e com o envio imediato, acesse mouser.com
.

Semicondutor:

CI-1 – 4093 – circuito integrado CMOS

 

Resistores: (1/8 W, 5%)

R1 – 1 M Ω – marrom, preto, verde

R2 – 47 k Ω – amarelo, violeta, laranja

 

Capacitores:

C1 – 1 µF a 10 µF x 16 V ou mais - eletrolítico

C2 – 100 µF x 12 V – eletrolítico

 

Diversos:

X1, X2 – Argola e arame tortuoso – ver texto

X3 – Transdutor piezoelétrico – ver texto

S1 – Interruptor simples

B1 – 6 ou 9 V – 4 pilhas pequenas ou bateria

Placa de circuito impresso, caixa para montagem, suporte de pilhas ou conector de bateria, fios, solda, etc.

 


Localizador de Datasheets


N° do componente 

(Como usar este quadro de busca)

Opinião

Entrando em dezembro (OP207)

Estamos nos aproximando do último mês desse ano de pandemia (2020), com esperanças para que a vacina chegue logo e possamos voltar à normalidade. Há muito a ser feito a partir de agora e, como temos informados aqueles que nos seguem, nunca paramos. De fato, nosso trabalho tem sido contínuo, com a produção constante de material para o nosso site, lives, livros, vídeos, podcasts e muito mais. Na verdade, a única mudança que tivemos em nossas atividades foi a suspensão dos eventos presenciais. Esperamos que no próximo ano eles voltem, talvez com algumas modificações, mas que possamos estar juntos daqueles que nos acompanham.

Leia mais...