Placa de projeto de referência para conjunto de LEDs - ST (COM006)

Conectividade implica na troca eficaz de informações entre dispositivos dos mais diversos tipos. Muitos deles, dependendo da aplicação utilizam painéis e mostradores de LEDs . Para alimentar estes LEDs são utilizados circuitos de alto rendimento capaz de manter constante as correntes nos LEDs e numa intensidade que permita alcançar o brilho desejado.

A ST Microelectronics possui diversos circuitos integrados destinados a alimentação de conjuntos de LEDs e para trabalhar com estes circuitos ela conta com uma placa de referência para projeto, descrita no Application Note AN2141. O leitor que desejar informações detalhadas sobre o uso desta placa pode baixa o documento a partir de acesso ao site.

Esta placa é destinada especificamente a projetos com os circuitos integrados STP16CP05 e STP16CPS05. O primeiro pode excitar até 80 LEDs enquanto que o segundo excita até 32 LEDs.Para o primeiro, a ST oferece um conjunto de 80 LEDs azuis numa matriz de 5 x 16. Esta matriz é excitada por drivers de 16 canais, possibilitando até a implementação de pequenos textos em movimento.

O circuito integrado em questão mantém constante a corrente em todos os LEDs e na placa de desenvolvimento existe uma chave que permite o acionamento simultâneo de todos para se verificar a uniformidade de seu brilho.

O segundo conjunto utiliza os circuitos STP16CP05 e STP16CPS05, incluindo um conversor DC/DC que eleva a tensão de entrada de 5 V até 35 V de modo a excitar uma matriz de 4 x 8 LEDs.

Os componentes da placa de desenvolvimento ST são excitadores monolíticos de LEDs com operação a partir de baixa tensão de registradores de 8 ou 16 bits, sendo indicados para aplicações na excitação de painéis de LEDs. Os componentes garantem uma tensão de saída de 20 V e possuem uma frequência de clock de 30 MHz.

Na figura 1 temos o diagrama de blocos do circuito contido na placa fornecida pela ST.

 

 Diagrama de blocos da placa de desenvolvimento.
Diagrama de blocos da placa de desenvolvimento.

 

O circuito é composto de uma solução para excitação de conjuntos de LEDs. O número de LEDs pode ser aumentado pelo acréscimo de drivers em cascata. A tensão de entrada é conectada aos anodos dos LEDs de alto brilho. O valor da tensão de entrada é muito importante devido à dissipação dos drivers. O valor da corrente constante é fixado por apenas um resistor externo. O conversor DC/DC consiste num controlador linear LE33 ou L78L33 fornecendo uma tensão de 3,3 V para o microcontrolador e os drivers dos LEDs. A saída variará de 5 a 35 V.

A unidade de controle consiste num microcontrolador que envia dados através da interface serial periférica (SPI) para os registradores de deslocamento. Os dados são deslocados bit a bit para o driver seguinte, na queda de nível do sinal de clock de 30 MHz.

Na placa encontramos uma chave e dois potenciômetros. A chave muda os modos de operação e através dos potenciômetros podemos controlar num o brilho e no outro a velocidade do texto. Na figura 2 temos um circuito típico de aplicação.

 

 

 Exemplo de aplicação para 16 LEDs .
Exemplo de aplicação para 16 LEDs .

 

Outro circuito de aplicação é dado na figura 3, este para 80 LEDs.

 

 

 Circuito para 80 LEDs.
Circuito para 80 LEDs.

 

Outros circuitos de aplicação, incluindo o de excitação de 80 LEDs podem ser encontrados na documentação da ST.

 

Documentação da ST de 2008 (AN2141)

 

Contato para informações sobre este componente, clique aqui.

 


Opinião

Olhando para o futuro

Já estamos aprendendo a viver com a pandemia e nos preparando para os tempos em que tudo voltará ao normal, mas não o normal a que estávamos acostumados. Um novo normal, com novos hábitos, a tecnologia aplicada talvez de uma forma diferente, novas profissões e principalmente tecnologias específicas que antes não haviam sido pensadas.

Leia mais...

Localizador de Datasheets e Componentes


N° do componente 

(Como usar este quadro de busca)

Podcast INCB Tecnologia