Projetos simples com energia alternativa (ART1203) - Galvanômetro Experimental (II)

Índice de Artigos

 

Galvanômetro Experimental (II)

Como no projeto anterior, o instrumento que descrevemos é um "detector de correntes elétricas" extremamente sensível, tendo por base a experiência de Oersted.

O instrumento pode detectar correntes da ordem de milionésimos de ampère e operar segundo o mesmo princípio dos microamperímetros e miliamperímetros comerciais.

Este tipo de instrumento é encontrado no painel de muitos equipamentos eletrônicos.

O que temos basicamente é uma bússola comum que, ao receber a influência do campo magnético de duas bobinas, tem sua agulha movimentada.

Como o campo depende da corrente, a movimentação será tanto maior quanto mais intensa for a corrente. Na figura 7 temos o diagrama elétrico do galvanômetro.

 

Figura 7
Figura 7

 

Na figura 8 temos o aspecto real da montagem.

 

Figura 8
Figura 8

 

O fio usado é esmaltado bem fino. Devem ser enroladas de 50 a 200 voltas de fio em cada toco (I1 e I2).

É muito importante que os fios das fuás bobina mantenham o mesmo sentido do enrolamento, isto é, uma bobina seja a continuação da outra, conforme indicado na figura.

O fio esmaltado pode ser obtido de um transformador velho, de uma campainha (que não esteja queima, mas sim interrompida) e de outros componentes que tenham este tipo de fio.

X1 é uma bússola adquirida em lojas de brinquedos ou papelarias, mas pode ser substituída por uma lâmina de barbear, conforme mostra a figura 9.

 

Figura 9
Figura 9

 

Para imantar uma lâmina, basta esfregá-la algumas vezes num imã comum.

Para usar o galvanômetro, ligue-o a uma pilha e um resistor de 100 ? a 470 ? em série, ou então uma pequena lâmpada de 3 V, conforme mostra a figura 10.

 

Figura 10
Figura 10

 

Quando ligarmos este circuito,a agulha deve movimentar-se e ficar apontando para as bobinas.

Não ligue diretamente a pilha no galvanômetro, sem o resistor, pois a corrente intensa fará com que ela se esgote rapidamente.

 

O que explicar

* Procure nos livros de física a experiência de Oesterd e explique como o efeito magnético da corrente elétrica é aproveitado neste projeto.

* Procure numa enciclopédia ou Internet o funcionamento de um galvanômetro verdadeiro.

* Explique como o efeito da corrente pode ser aproveitado em outros dispositivos como os motores e os solenóides.

 

 


Opinião

Eventos e muito mais (OP212)

Nosso grande destaque deste mês é o nossa Jornada do Desenvolvimento, que ocorrerá em três etapas sendo a primeira a que foi realizada entre 9 e 13 de agosto. Ela foi uma preparação para as demais que devem ocorrer em setembro e outubro, com oficinas de desenvolvimento com o Edukit SigFox e a Franzininho, numa jornada com os próprios criadores.

Leia mais...

Localizador de Datasheets e Componentes


N° do componente 

(Como usar este quadro de busca)

Podcast INCB Tecnologia