NOSSAS REDES SOCIAIS -

Pré Amplificador Estéreo Universal M204 (ART2004)

Um projeto antigo, mas sempre lembrado! É assim que podemos definir este circuito criado pela IBRAPE em forma de kit nos anos 70, mas que pelas suas características e pelos componentes usados é até hoje atualíssimo, consistindo numa solução imediata para inúmeros projetos em que se necessita de um pré-amplificador de uso geral. Atendendo a pedidos republicamos este interessante circuito.

A IBRAPE, do grupo Philips, nos anos 70 lançou um kit de um pré-amplificador de uso geral que até hoje tem uma configuração atual e um desempenho que nada deixa a desejar em relação aos equivalentes integrados de tecnologias mais avançadas.

Tanto é verdade que, mesmo não havendo mais IBRAPE no ramo de kits, ainda podemos encontrar nas lojas da Rua Santa Ifigênia, em São Paulo, “cópias” deste circuito que, pelo seu desempenho e praticidade, ainda é procurado pelos que desejam um complemento para um amplificador de potência.

Lançado com o nome de M-204, o kit continha basicamente os componentes para um pré-amplificador com equalização RIAA para operação com cápsulas de relutância variável.

No entanto, com a troca de alguns componentes ele também podia ser usado com cabeças gravadoras, microfones magnéticos, microfones de cristal, aux. (rádio AM, FM etc.), gravador de alto-nível e gravador de baixo nível.

A saída do circuito permite associá-lo a qualquer amplificador com uma sensibilidade de entrada de 200 a 300 mV e impedância de entrada a partir de 100 k ohms.

 

CARACTERÍSTICAS

Tensão de alimentação: 9 a 19 Vc.c.

Corrente consumida: 0,8 a 1,3 mA

Ganho (1 kHz, 250 mV): 35 dB

Sensibilidade (1 kHz), 250 mV): 4,3 mV

Impedância de entrada: 47 k ohms

Tensão máxima de entrada: 30 a 60 mV

Tensão nominal de saída: 250 mV

Tensão máxima de saída: 2 a 3 V

Impedância de carga: 100 k ohms

Relação sinal/ruído: maior que 80 dB

Distorção (1 kHz, 250 mV): menor que 0,05%

 

COMO FUNCIONA

Cada um dos canais do pré-amplificador é composto por dois estágios transistorizados com acoplamento direto.

A polarização do primeiro é feita por meio de R106 (ou R206) que garante a estabilização ao sistema

A realimentação é feita por R105, C103, C102 (R205 C203 e C502) entre o coletor do segundo transistor e o emissor do primeiro, de modo a realizar a equalização.

Dependendo da fonte de sinal, estes componentes devem ser alterados, conforme explicaremos no decorrer do artigo.

A impedância de entrada do primeiro transistor é da ordem de 300 k ohms em 1 kHz, porém com o uso dos resistores R101 e R201 esta impedância cai para 47 k ohms, mais apropriada para as aplicações indicadas.

Como o circuito opera com sinais de baixo nível de tensão, a tensão de alimentação não é crítica, o que permite seu funcionamento com valores entre 9 e 19 V sem alterações de componentes.

 

MONTAGEM

Começamos por dar, na figura 1, o diagrama completo do aparelho para dois canais.

 

 Figura 1 – Diagrama completo do aparelho
Figura 1 – Diagrama completo do aparelho

 

A disposição dos componentes numa placa de circuito impresso é mostrada na figura 2.

 

   Figura 2 – Placa para a montagem
Figura 2 – Placa para a montagem

 

Observe que para Q101e Q201 usamos transistores de baixo nível de ruído, enquanto que para Q102 e Q202 temos transistores de uso geral.

Na figura 3 temos o modo de fazer as conexões de entrada para um amplificador que use este equipamento, com as tomadas apropriadas.

 

Figura 3 – Diagrama de utilização
Figura 3 – Diagrama de utilização

 

 

Para as diferentes fontes de sinal temos na tabela I os valores dos componentes que devem ser alterados.

 


 

 

 

PROVA E USO

Feita a instalação junto ao amplificador, observando-se as blindagens dos fios, basta injetar na entrada um sinal compatível com as características do circuito.

A reprodução deve ser clara e sem distorções. Roncos sem sinal indicam problemas de filtragem ou blindagem.

 

Semicondutores:

Q101, Q201 - BC549 - transistores NPN do baixo ruído

Q102, Q202 – BC548 - transistor NPN de uso geral

 

Resistores (1/8 W, 5 96):

R101, R201 – 56 k ohms

R102, R202 – 2,7 k ohms

R103, R203 - 220 k ohms

R104, R204 - 680 ohms

R105, R205 - 56 k ohms

R106, R206 – 330 k ohms

R107, R207 - 12 k ohms

R108, R208 - 1,5 k ohms

R1 - 220 ohms

 

Capacitores

C101, C201 - 2,2 uF – eletrolítico para 25 V

C102, C202 - 1,8 nF - cerâmico ou poliéster

C103, C203 - 4,7 nF - cerâmico ou poliéster

C104, C204 - 100 nF - cerâmico ou poliéster

C105 - 47.p.F - eletrolítico de 25 V

 

Diversos:

Placa de circuito Impresso, fios, solda etc.

 

BUSCAR DATASHEET

 


N° do componente 

(Como usar este quadro de busca)

 

Opinião

Em busca de novos tempos

Em nossos últimos artigos, participações em lives, podcasts e vídeos temos ressaltado que estamos rapidamente caminhando para uma mudança de hábitos. São os novos tempos que estão chegando e que, em vista da pandemia estamos buscando para que sejam melhores e que nos tragam esperanças, paz e novos graus de compreensão, principalmente em nível mundial.

Leia mais...


Instituto Newton C Braga
Entre em contato - Como Anunciar - Políticas do Site

Apoio Social
Lions Clube de Guarulhos Sul SOS Mater Amabilis
Advertise in Brazil
If your business is Electronics, components or devices, this site is the correct place to insert your advertisement (see more)