Quando 100% não é 100% (CEL009)

Se quando seu telefone lhe avisa que está 100% carregado “pedindo” para desconectar seu carregador e você vê os “100%” na tela, será que ele carregou tudo que podia mesmo? Não! O porquê disso vamos explicar de maneira simples neste artigo.

Na verdade, a finalidade desta seção é dar circuitos e aplicações interessantes que envolva eletrônica e tecnologia usando o celular e aplicativos.

Mas, como é a bateria que o faz funcionar e dela depende o bom funcionamento do que pretendemos fazer, sempre é importante darmos informações que possam ser úteis.

De fato, uma das preocupações de quem usa o celular é ter certeza de que a bateria está carregada e que, com isso, possa fornecer energia de forma conveniente aos aplicativos que estamos rodando e ao bom funcionamento do celular.

Assim, certamente é preocupação de todos certificar-se de que temos 100% de carga quando desconectamos o celular do carregador.

Mas, será que nesse momento em que o celular indica 100% temos realmente 100% de carga.

A resposta é não e tem sua razão técnica de ser.

O que ocorre é que deixando uma bateria com 100% de carga sua vida útil é reduzida, podendo ocorrer danos.

Assim, o carregador faz com que a bateria ao chegar aos 100% tenha uma descarga que a leve a aproximadamente 90 a 95% da carga que é um valor seguro ficando, no entanto com a indicação 100% no painel.

Quando você começa usar seu celular você verá que o telefone então começa rapidamente a indicar a descarga, muito mais rápido do que devia, até alcançar os 95 ou 90% conforme o tipo que corresponde ao valor real.

Somente a partir daí é que a indicação da carga “verdadeira” passa a ser indicada.

Se bem que o seu celular “minta” para você ele precisa fazer isso para manter a integridade da bateria.

Os circuitos integrados usados em outras aplicações eletrônicas para a carga de bateria incluem essa “inteligência” necessária a manutenção da vida útil da bateria.

É o caso do circuito integrado DS2712 da Maxim, um controlador de carga de bateria NiMH de 4,5 V que tem o circuito básico mostrado na figura 1.

 

Figura 1
Figura 1

 

A curva de carga desse controlador mostra que depois de chegar aos 100% ele produz uma pequena descarga que mantém a bateria num valor seguro de modo a manter sua vida útil, conforme mostra a figura 2.

 

Figura 2
Figura 2

 

Mentira tecnológica que nos protege. Outras serão analisadas oportunamente.

 

 


Opinião

O que vem pela frente (OP210)

Uma das características do Instituto Newton C. Braga é a manutenção do ritmo de suas realizações, independentemente do que se passa no nosso mundo. Não foi a pandemia, nem crises de qualquer tipo que alteraram nosso ritmo de trabalho.

Leia mais...

Localizador de Datasheets e Componentes


N° do componente 

(Como usar este quadro de busca)