Kit RFID de Desenvolvimento Seguro de Criptografia (COM383)

A Atmel Corporation (www.atmel.com) em conjunto com a Melexis (www.melexis.com) lançou em 2006 um kit de desenvolvimento inédito, o Yuma+, para RFID sem contacto para transações altamente seguras. O kit é baseado nos chips da Atmel CryptoRF, com mecanismo internos de criptografia de 64 bits embutidos.

Com os sistemas desenvolvidos pelo kit Yuma+ os desenvolvedores poderão entender profundamente os detalhes complexos de criptografia,de modo a poder desenvolver sistemas seguros que dependam de autenticação mútua e encriptografia de dados. O kit também elimina a necessidade de se entender o padrão ISO14443B de RFID dando uma solução direta.

Com isso os desenvolvedores de sistemas seguros ganham tempo em seus projetos. O Yuma+ inclui uma placa módulo e uma placa de interface. A placa módulo contém um microcontrolador AVR ATMega168, um transceptor MLX90121e uma conectividade simples SPI de modo a ser conectada a uma antena de 50 Ω. A placa de interface conecta-se a um PC através da USB de modo a se obter uma plataforma de avaliação do módulo.

Além disso o Yuma+ vem com um CD de software, arquivos de layout de placa e uma imagem binária do firmware para integração rápida. Dentre as aplicações possíveis para o MLX90121 usado nesta placa temos:

* Terminais portáteis de dados

* Leitores de controle de acesso

* Terminais de pagamento sem contacto

* Impressoras de etiquetas inteligentes

Na figura 1 temos o diagrama de blocos de uma aplicação funcional do MLX90121 usado nesta placa de desenvolvimento.

 


 

 

O MLX90121 consiste num transceptor RFID completo de acordo com as normas ISSO. Este dispositivo possui recursos de controle da profundidade de modulação, onde uma única subportadora ASK, FSK e PSK são reconhecidas no modo de leitura. O receptor é baseado num detector de envolvente por diodo, seguido de um filtro e FI e um amplificador.

O amplificador logarítmico é usado para a detecção de uma única subportadoras ASK assegurando assim uma recuperação de dados limpa. A as[ida limitadora e o amplificador logarítmico são usados para a recuperação de sinais FSK e PSK.

Um circuito completo para operação na faixa de 13,56 MHz é dado na figura 2.

 


 

 

O transmissor usa um transistor com saída em coletor aberto que pode fornecer até 250 mW de potência de RF a uma carga de 50 Ω, com uma alimentação de 5 V, usando a rede de acoplamento recomendadas. Esta configuração é apropriada para aplicações de curto alcance.

O chip é configurado por uma interface serial. Um sinal de sincronização está disponível para esta finalidade. A parte digital contém decodificadores ASK, FSK (423/484 kHz) e PSK (847 kHz) e um encoder para facilitar o manuseio dados com um microcontrolador de baixo custo. O encoder pode ser programado com 6 padrões diferentes. O chip também pode ser usado num modo analógico direto. O diagrama de blocos desse componente é mostrado na figura 3.

 


 

 

Informações completas sobre a utilização desse componente pode ser obtida no datasheet disponível no site da Melexis.

 


Opinião

Eventos e muito mais (OP212)

Nosso grande destaque deste mês é o nossa Jornada do Desenvolvimento, que ocorrerá em três etapas sendo a primeira a que foi realizada entre 9 e 13 de agosto. Ela foi uma preparação para as demais que devem ocorrer em setembro e outubro, com oficinas de desenvolvimento com o Edukit SigFox e a Franzininho, numa jornada com os próprios criadores.

Leia mais...

Localizador de Datasheets e Componentes


N° do componente 

(Como usar este quadro de busca)

Podcast INCB Tecnologia