Robô Fiu Fiu (ART2449)

Que tal montar um Robô que estará sempre alerta aos seus chamados e que também lhe avisará se “ouvir” qualquer ruído estranho durante a noite, como um verdadeiro vigilante? Como brinquedo, ele alegrará as crianças, respondendo a palmas, gritos, ou assobios com um bip-bip e o piscar de olhos. Curiosidade, brinquedo, atração para vitrines ou exposições, este Robô certamente vai agradar os leitores que gostam de novidades.

Quem já viu os chaveiros que respondem ao assobio, permitindo a sua fácil localização, deve ter pensado na possibilidade de fazer sua própria montagem equivalente.

Entretanto, o uso de circuitos integrados específicos (que não existem em nosso país), de transdutores especiais e de pilhas que não são comuns impede que tenhamos, com facilidade, uma montagem em dimensões tão reduzidas.

Mas, nada impede que, usando componentes convencionais, tenhamos um circuito equivalente (até mais sensível, e que possa ser montado numa caixa maior com finalidade diferente).

O que propomos neste artigo é justamente isso.

Apresentamos um robô que estará sempre alerta a ruídos, graças ao seu sensível microfone de eletreto, e que responderá não só com som, mas também com o piscar de um par de LEDs.

Existem diversas possibilidades de uso para este projeto, não só no campo recreativo como também de utilidade, por exemplo:

- Podemos usá-lo como “guarda noturno", pois deixando-o ligado ele “gritará", se qualquer ruído estranho for captado durante a noite como, por exemplo, o ruído produzido por um objeto derrubado, ou uma porta forçada.

- Como curiosidade para feiras de ciências, teremos um verdadeiro robô que “ouve" respondendo aos seus chamados, palmas ou assobios. Montado em tamanho maior, poderá servir para atrair clientes a qualquer loja, principalmente de brinquedos.

- Como brinquedo ele alegrará as crianças, que vão se divertir fazendo o “robozinho" responder aos seus chamados.

- Finalmente, o circuito pode também ser usado como um útil lembrete para pessoas que deixam chaves, maletas e outros objetos em qualquer lugar e depois não os encontram. Basta prender o objeto ao aparelho instalado numa pequena caixa e na hora que precisar "é só chamar".

 

Como funciona

Na entrada temos um sensível microfone de eletreto, cujo sinal é ampliado por dois transistores, para poder ser aplicado à segunda etapa.

Nesta segunda etapa temos um 555 monoestáveL cujo tampo de excitação é dado por R3 e C4, em torno de 2 a 3 segundos. Quando o som excita o microfone, o 555 é disparado e se mantém assim por 2 a 5 segundos.

Na etapa final temos dois osciladores que formam o circuito de "bip-bip" e excitação de LEDs.

O multivibrador astável é o modulador que, simultaneamente, excita os LEDs que fazem as vezes dos olhos do robô piscando alternadamente.

A frequência do oscilador pode ser alterada pela troca de C4 e C5.

O segundo oscilador tem dois transistores e sua tonalidade é determinada por C6.

A sensibilidade do circuito aos sons ambientes é controlada por P1, que tanto pode ser um trimpot (ajuste fixo), como por um potenciômetro (ajuste externo).

 

Montagem

Na figura 1 temos o circuito completo do robô.

 

   Figura 1 – Circuito completo
Figura 1 – Circuito completo | Clique na imagem para ampliar |

 

 

Na figura 2 a nossa sugestão da placa de circuito impresso.

 

 

Figura 2 – Placa para a montagem
Figura 2 – Placa para a montagem | Clique na imagem para ampliar |

 

 

Além dos cuidados convencionais com os componentes, temos algumas recomendações a fazer:

A. O microfone é de eletreto de dois terminais, devendo ser observada cuidadosamente a sua polaridade de ligação.

B. Como transdutor final podemos tanto usar um alto-falante comum de pequenas dimensões (4 ou 8 ohms) como até mesmo um fone magnético de ouvido, caso em que o som será menos intenso, mas o tamanho final do aparelho poderá ser reduzido.

 

Parte mecânica

Não temos partes móveis no robô, já que sua finalidade não é essa. Nossa sugestão é mostrada na figura 3 tomando-se por base duas caixinhas que servem de cabeça e corpo.

 

Figura 3 – As caixas para montagem
Figura 3 – As caixas para montagem

 

 

Improvisações podem ser feitas à vontade devendo apenas o montador ter a precaução de não instalar o microfone perto do alto-falante, para não haver realimentação acústica, e assim tornar o circuito permanentemente disparado.

 

Prova e uso

Coloque as pilhas no suporte e ligue S1. Os LEDs podem piscar por alguns segundos e o oscilador emitir som.

Se não ocorrer a parada, gire vagarosamente P1 até que isso ocorra. Uma vez em silêncio, volte novamente P1 no ajuste até que o circuito esteja prestes a disparar.

Ajuste a sensibilidade para o ponto desejado.

Se houver realimentação, isto é, se, uma vez disparado, o som não parar mais, nem ajustando P1 (ou ainda se isso ficar muito crítico), reduza a faixa de resposta com a diminuição de valor de C2.

Use 1n5 ou mesmo 1n2.

Uma vez ajustado, feche o aparelho na caixa e brinque à vontade.

O consumo de corrente na condição de espera é muito baixo, de modo que ele pode ser mantido permanentemente ligado, sem grande consumo das pilhas.

 

CI-1 - 555 - circuito integrado;

Q1 a Q5 - BC548 ou equivalentes;

Q6 - BC558 ou equivalente;

D1, D2 - 1N34 ou 1N60 - diodos de germânio;

LED1, LED2 - LEDs vermelhos comuns;

MIC - microfone de eletreto de dois terminais;

P1 - trimpot ou potenciômetro de 2M2;

S1 - interruptor simples;

R1, R4 – 10 k x 1/8 W - resistores (marrom, preto, laranja);

R2 - 4M7 x 1/8 W - resistor (amarelo, violeta, verde);

R6, R9 – 560 ohms x 1/8 W - resistores (verde, azul, marrom);

R3, R5 – 47 k x 1/8 W - resistores (amarelo, violeta, laranja);

R7, R8 – 22 k x 1/8 W - resistores (vermelho, vermelho, laranja);

R10 – 68 k x 1/8 W- resistor (azul, cinza, laranja);

R11 – 100 k x 1/8 W – resistor (marrom, preto, amarelo);

R12 – 1 k x 1/8 W - resistor (marrom, preto, vermelho);

C1 – 100 uF - capacitor eletrolítico;

C2 - 2n2 (222) - capacitor cerâmico;

C3 – 4,7 uF - capacitor eletrolítico;

C4 – 22 uF - capacitor eletrolítico;

C5 - 10 uF - Capacitor eletrolítico;

C6 - 4 7nF (473) - capacitor cerâmico;

B1 - 6 V - 4 pilhas pequenas;

FTE - alto-falante de 8ohms x 2,5 ou 5cm.

Diversos: placa de circuito impresso, caixa para montagem, fios, solda, suporte para 4 pilhas, etc.

Obs.: eletrolíticos para 6 Vou mais.

 


Opinião

Novos tempos (OP213)

O mundo mudou. Depois da pandemia e também da guerra na Ucrânia o mundo será outro. Estamos presenciando e percebendo isso. Já não somos mais os mesmos.

Leia mais...

Localizador de Datasheets e Componentes


N° do componente 

(Como usar este quadro de busca)

Podcast INCB Tecnologia