Ferro de Soldar de Duas Temperaturas (ART027)

 Com o circuito que descrevemos pode-se ajustar a temperatura de um ferro de soldar em dois níveis. No nível baixo ele permanece quente, mas numa temperatura menor, o que pode ser útil para espera (ele demorará pouco para voltar à temperatura normal) ou ainda para trabalhos delicados, que envolvam, por exemplo, peças muito pequenas com uma ponta mais fina. O circuito é simples de montar e tem duas lâmpadas neon para monitorar o funcionamento.
Um projeto simples, útil para a bancada.

  Neste circuito temos duas chaves de controle. A primeira (S1) serve para ligar e desligar o soldado, o que será indicado pela lâmpada neon NE-2.. A segunda (S2) serve para fazer a mudança da energia aplicada ao ferro de soldar. Com esta chave aberta, a tensão da rede é aplicada a um diodo que conduz apenas metade dos semi-ciclos da tensão alternada e com isso a potência que chega ao ferro será aproximadamente metade da máxima. Sua temperatura será portanto mais baixa. Nestas condições a lâmpada neon NE-1 acende indicando que o ferro está na condição de baixa temperatura.  Com a chave fechada, a tensão da rede é aplicada diretamente ao soldador e ele se aquece com a temperatura máxima. Nestas condições a lâmpada neon NE-2 estará apagada.
 
Montagem
Na figura 1 temos o diagrama do aparelho e também a disposição dos componentes numa pequena ponte de terminais isolados. Evidentemente, outras técnicas de montagem podem ser utilizadas, por exemplo, em placa de circuito impresso.



Figura 1 – Circuito e montagem do redutor de temperatura para ferro de soldar.


A lâmpada é a NE-2H ou qualquer equivalente que não possua o resistor redutor embutido. Uma possibilidade consiste em se substituir as lâmpadas neon e os resistores em série por pequenas lâmpadas coloridas indicadoras para a rede local (110 V ou 220 V) conforme o caso. Estas lâmpadas devem ter potências de 1 a 4 W no máximo. O plugue e a tomada são de acordo com o ferro, e os resistores de 1/8 W; O diodo pode ser o 1N4004 para a rede de 110 V e ferros até 100 W. Para ferros maiores use o 1N5404. Para a rede de 220 V o diodo é o 1N4007 para ferros até 150 W e 1N5407 para potências maiores.

Todo o conjunto cabe no interior de uma caixa plástica (Patola) ou equivalente. Cuidado em não deixar nenhuma parte exposta, pois o circuito está ligado diretamente à rede de energia podendo causar choques perigosos. Uma possibilidade adicional para a segurança consiste em se adicionar um fusível de 3 ou 4 A na entrada.

 



Lista de Material
D1 – 1N4004 ou 1N5404 (110 V), 1N45007 ou 1N5407 (220 V) – diodo retificador de silício
NE-1, NE-2 – Lâmpadas neon comuns – NE-2H ou equivalente
R1, R2 – 220 k ohms x 1/8 W – resistores – vermelho, vermelho, amarelo
S1, S2 – Interruptores simples
X1 – Tomada de acordo com o soldador
Diversos:
Ponte de terminais isolados, cabo de força, fios, caixa para montagem, solda, etc.



Ferro de Soldar de 110 V na Rede de 220 V
Uma aplicação interessante para este circuito consiste em possibilitar a utilização de um ferro de soldar de 110 V na rede de 220 V. Neste caso, a chave S2 deve ser eliminada e assim, apenas metade dos semi-ciclos da rede de 220 V serão aplicados ao soldador, resultando numa potência média de acordo com que ele precisa para funcionar.
                                     ___________________


Localizador de Datasheets


N° do componente 

(Como usar este quadro de busca)

Opinião

Mudanças realizadas (OP206)

Nas últimas semanas nosso site e mesmo nossa empresa passaram por diversas modificações, atualizações e lançamentos. Assim, muitos podem ter percebidos alguns problemas de instabilidade do site em certos momentos nas semanas passadas.

Leia mais...