Transmissor de 1W (TEL259)

Este artigo faz parte do livro Transmissores e Geradores de RF de Apollon Fanzeres de 1985 que reproduzimos na totalidade para download neste site, pois a parte teórica ainda é atual e alguns circuitos ainda podem ser reproduzidos com facilidade.

TEL095S

 

O circuito da figura 1 é de um transmissor transistorizado, para operar com uma potência de saída de 1 watts em FM. O leitor não deve, como já dissemos anteriormente, olhar com indiferença os projetos de pequena potência. Por um lado, a construção de transmissores de baixa potência custa pouco e qualquer equívoco não acarretará grandes prejuízos. Por outro lado, os desajustes não causarão grandes males na vizinhança, se bem que é surpreendente o alcance de um transmissor de apenas 1 w, com uma antena adequada.

 

Figura 1 – Circuito de transmissor transistorizado
Figura 1 – Circuito de transmissor transistorizado | Clique na imagem para ampliar |

 

 

Na figura 2 está demonstrada a disposição dos componentes no circuito impresso.

O ponto crítico é a bobina L1. Deverá ter um diâmetro de 3,5 mm. Para obter este diâmetro, pode-se utilizar, como fôrma, a parte não-cortante de uma broca de 3,5 mm (9/64"), onde se enrolam as espiras de fio esmaltado de 1 mm de diâmetro.

 

Figura 2 - Disposição dos componentes no circuito impresso.
Figura 2 - Disposição dos componentes no circuito impresso.

 

 

O número de espiras, juntamente com o capacitor variável (trimer) C6, é que determina a frequência de irradiação. Só para uma orientação do leitor: 6 espiras (juntas) irradiam na faixa que vai de 90 a 120 MHz, com 7 espiras abrange de 70 a 100 MHz. Maior número de espiras diminui a frequência, isto é, ela vai caminhando para 60, 50, 40 etc. MHz. Menor número de espiras, aumenta a frequência, isto é, vai caminhando para os 100, 120, 140 etc. MHz.

O choque de RF (RFC 1) se constitui de 15 espiras, com fio de 0,20 mm de diâmetro sobre núcleo com ferrite de 4 mm e extensão de 7 mm. O microfone deve ser de boa qualidade, tipo cristal. Os transistores TR1 e TR2 não necessitam de dissipadores. A antena deve ser uma pequena vareta com 1/4 de comprimento da frequência irradiada, frequência esta, determinada por L1 e C6.

 

Cristais

Felizmente no Brasil, que é um dos maiores produtores de cristal de quartzo do mundo (apesar das depredações que há longos anos se faz...) existem indústrias que produzem este componente, a preço razoável e na frequência desejada. Uma das fábricas tradicionais é a Rádio Cristais Brasil, situada no Rio de Janeiro, Av. Brasil, 5966 (Na época em que o artigo foi escrito.).

 

 

 


Opinião

Eventos e muito mais (OP212)

Nosso grande destaque deste mês é o nossa Jornada do Desenvolvimento, que ocorrerá em três etapas sendo a primeira a que foi realizada entre 9 e 13 de agosto. Ela foi uma preparação para as demais que devem ocorrer em setembro e outubro, com oficinas de desenvolvimento com o Edukit SigFox e a Franzininho, numa jornada com os próprios criadores.

Leia mais...

Localizador de Datasheets e Componentes


N° do componente 

(Como usar este quadro de busca)

Podcast INCB Tecnologia