Digital

<!-- @page { margin: 2cm } P { margin-bottom: 0.21cm } -->

Para entender melhor o significado do termo digital em eletrônica, informática e telecomunicações, podemos fazer uma comparação com o que se denomina “analógico”. Antes porém, Devemos lembrar que em muitos equipamentos, mesmo classificados como analógicos ou digitais, encontraremos os dois tipos de circuitos. É o caso dos computadores, processadores, automatismos e instrumentos de laboratório, etc. que mesmo sendo classificados como "máquinas estritamente digitais" podem ter em alguns pontos de seus circuitos configurações analógicas. Uma definição encontrada nos livros especializados atribui o nome Eletrônica Digital aos circuitos que operam com quantidades que só podem ser incrementadas ou decrementadas em passos finitos. Um exemplo disso é dado pelos circuitos que operam com impulsos. Só podemos ter números inteiros de pulsos sendo trabalhados em qualquer momento em qualquer ponto do circuito. Em nenhum lugar encontramos "meio pulso" ou "um quarto de pulso". A palavra digital também está associada a dígito (do latim digitus de "dedo") que esta associado à representação de quantidades inteiras. Não podemos usar os dedos para representar meio pulso ou um quarto de pulso. Na eletrônica analógica trabalhamos com quantidades ou sinais que podem ter valores que variam de modo continuo numa escala. Os valores dos sinais não precisam ser inteiros. Por exemplo, um sinal de áudio, que é analógico, varia suavemente entre dois extremos enquanto que um sinal digital só pode variar aos saltos, conforme mostra a figura 1.

 

 

 

Conforme o leitor pode perceber, a diferença básica entre os dois tipos de eletrônica está associada inicialmente ao tipo de sinal com que elas trabalham e no que elas fazem com os sinais. De uma forma resumida podemos dizer que:

 

  • A eletrônica digital trabalha com sinais que só podem assumir valores discretos ou inteiros.

  • A eletrônica analógica trabalha com sinais que podem ter qualquer valor entre dois limites.

 

Onde Encontramos A Eletrônica Digital:

 

COMPUTADORES: os computadores atuais são digitais em sua totalidade e praticamente não se usa outro tipo de configuração. No entanto, nem sempre foi assim. Nas primeiras décadas deste século, quando os circuitos eram ainda valvulados os primeiros computadores eram máquinas analógicas. A imprecisão, e algumas outras dificuldades técnicas, que estes computadores apresentavam fizeram com que eles logo fossem substituídos pelos circuitos digitais que nós usamos hoje.

 

TELECOMUNICAÇÕES - Antigamente também, todos os equipamentos de telecomunicações trabalhavam diretamente com sinais analógicos vindos de microfones, câmeras de TV e outras fontes. No entanto, atualmente a maioria das transmissões de informações sem fio por ondas de rádio ocorre na forma digital. Os sinais analógicos são convertidos em digitais e com isso transmitidos de forma muito mais eficiente.

 

INDUSTRIA E MECATRÔNICA - Antigamente, os controles de máquinas industriais eram simples não passando de interruptores e chaves ou, no máximo, dispositivos que controlavam diretamente sinais analógicos. Também neste caso tivemos uma evolução com o uso de microprocessadores, microcontroladores e DSPs (Digital Signal Processors ou Processadores Digitais de Sinais). Neles, os sinais analógicos de sensores e controle são convertidos em sinais digitais e usados nos equipamentos.


Opinião

Novos tempos (OP213)

O mundo mudou. Depois da pandemia e também da guerra na Ucrânia o mundo será outro. Estamos presenciando e percebendo isso. Já não somos mais os mesmos.

Leia mais...

Localizador de Datasheets e Componentes


N° do componente 

(Como usar este quadro de busca)

Podcast INCB Tecnologia