A IoT do futuro não usará baterias (NOT429)

Os pesquisadores Benton Calhoun e David Wentzloff do MIT são também os fundadores da empresa Everactive cuja finalidade e usar conexões wireless para sensoriamento remoto da internet das coisas industrial.

Segundo os autores da documentação anunciada no site do MIT, espera-se que trilhões de dispositivos estejam conectados à internet nos próximos anos o que significará uma enorme dificuldade para se cuidar do estado das baterias de todos eles.

Segundo eles preveem com tantos dispositivos IoT em funcionamento, levando em conta a durabilidade médias das baterias de hoje, teríamos de trocar 270 milhões de baterias por dia no mundo inteiro.

Como pesquisadores do grupo de componentes de ultra-baixo consumo, a ideia é que as baterias não mais sejam utilizadas, sendo substituídas por recursos de auto-alimentação.

Com a possibilidade de se utilizar circuitos de ultra-baixo consumo, a obtenção de energia, por exemplo desviando vapor numa planta industrial em que ele esteja disponível, aproveitando sua energia para gerar eletricidade para alimentar os dispositivos IoT industrial como, por exemplo, sensores, coletores de dados, etc.

Essa é a ideia básica, aproveitar a energia dos próprios processos para gerar eletricidade, substituindo as baterias, em instalações industriais.

Link para a notícia original em inglês: https://news.mit.edu/2021/future-iot-batteries-not-required-0521

 

 

 


Opinião

Novos tempos (OP213)

O mundo mudou. Depois da pandemia e também da guerra na Ucrânia o mundo será outro. Estamos presenciando e percebendo isso. Já não somos mais os mesmos.

Leia mais...

Localizador de Datasheets e Componentes


N° do componente 

(Como usar este quadro de busca)

Podcast INCB Tecnologia