Pisca LED de uma Pilha (ART2148)

Um circuito Integrado especial da National Semiconductor possibilita o acionamento de LEDs com tensões de 1,5 V abrindo campo para uma enorme gama de montagens interessantes. Veja neste artigo o projeto básico de um pisca-pisca com este componente.

Um dos problemas de utilização de LEDs em circuitos de baixa tensão é que este tipo de componente precisa de uma tensão de pelo menos 1 ,6 volts (se vermelho) para acender.

Levando em conta a natural queda de tensão nos dispositivos de acionamento fica patente que sua utilização a partir de uma alimentação de uma pilha é impossível a não ser que exista um circuito especial, como o apresentado neste artigo, que contenha recursos para elevar a tensão através de um dobrador interno e com isso acionar LEDs com fontes de tensão a partir de 1,1 Volts.

A simplicidade do circuito torna-o ideal para aplicações em brindes brinquedos, sinalização, jogos e outros casos em que um mínimo de componentes externos seja necessário.

De fato, para elaborar um pisca-pisca precisamos apenas de um capacitor, além é claro do integrado, do LED e da fonte de tensão que pode ser uma pilha (desde do tipo botão até comum pequena, média ou grande).

O LM3909, que usaremos como pisca-pisca neste artigo também pode ser empregado como oscilador de áudio, amplificador, disparador, alarme e outras aplicações que são abordadas em artigos do site

. Para nosso projeto sugerimos a utilização em brindes, objetos para o lar como, por exemplo, um lembrete de parede ou mesa, brinquedos, etc. conforme mostra a figura 1.

 

Figura 1 – Aplicação num lembrete
Figura 1 – Aplicação num lembrete

 

Mas, certamente o leitor que gosta de fazer experiências encontrará neste componente um 'prato cheio' já que ele é protegido de tal maneira que nenhuma combinação de conexões externas, mesmo que erradas causará a destruição do componente e sua alimentação pode ser feita com tensões entre 1,1 e 40 Volts!

Características

Tensão de alimentação: 1,5 V

Corrente média: 0,1 mA

Ciclo ativo do LED: 1%

Corrente com o LED apagado: 0,05 mA

 

COMO FUNCIONA

Neste artigo daremos apenas uma breve descrição do nosso projeto básico já que o LM3909 ér alvo de artigo completo no site onde também temos muitos diagramas.

O LM3909, conforme explicamos consiste num integrado especial de oscilador, flasher, disparador ou alarme fornecido em invólucro DlL de 8 pinos pela National Semiconductor.

Este integrado possui 4 transistores que permitem sua operação como oscilador, disparador ou amplificador dependendo das conexões e dos elementos adicionais externos.

O aumento da tensão sobre o LED é feito aproveitando-se a carga do capacitor e sua comutação de modo que tanto pulsos negativos como positivos são produzidos na carga, aumentando assim a diferença de potencial, no caso de uma pilha de 1,5 Volts para picos de 2,2 Volts (figura 2).

 

Figura 2 – Forma de onda gerada
Figura 2 – Forma de onda gerada

 

Desta forma, garantimos a aplicação no LED de uma tensão suficiente para fazê-lo conduzir e acender por um breve instante.

No nosso circuito o único componente externo que é o capacitor C1 determina a freqüência das piscadas podendo ser usadas unidades de 220 uF a 470 uF. Para obtermos uma montagem bem compacta é interessante escolher unidades com baixas tensões de trabalho, a partir de 3 Volts.

 

MONTAGEM

Na figura 3 temos o diagrama completo de nosso pisca-pisca.

 

   Figura 3 – Diagrama completo do aparelho
Figura 3 – Diagrama completo do aparelho

 

Na figura 4 damos a sugestão de placa de circuito impresso que, conforme podemos ver é extremamente pequena.

 

Figura 4 – Placa de circuito impresso
Figura 4 – Placa de circuito impresso

 

O LED pode ser vermelho ou de outra cor, lembrando que os amarelos e verdes possuem maior tensão de operação. Para a alimentação podemos usar desde uma pilha botão (1,2 V) até pilhas pequenas, médias ou grandes que terão enorme durabilidade neste circuito.

O interruptor S1 é opcional e depende da aplicação para o aparelho.

Na figura 5 temos algumas sugestões de objetos em que poderia ser usando o circuito com êxito.

 

   Figura 5 – Aplicações possíveis
Figura 5 – Aplicações possíveis

 

 

PROVA E USO

Para provar o aparelho, basta colocar a pilha e verificar se o LED pisca.

Cuidado para não inverter. Para usar basta instalar no objeto desejado.

 

CI-1 - LM3909 - circuito National

LED1 - LED vermelho comum

C1 - 220 uF a 470 uF x 3 V - capacitor eletrolítico

B1 - 1,2 a 1,5V - pilha (ver texto)

Diversos: placa de circuito impresso, fios, objeto para montagem.

 


Opinião

O que vem pela frente (OP210)

Uma das características do Instituto Newton C. Braga é a manutenção do ritmo de suas realizações, independentemente do que se passa no nosso mundo. Não foi a pandemia, nem crises de qualquer tipo que alteraram nosso ritmo de trabalho.

Leia mais...

Localizador de Datasheets e Componentes


N° do componente 

(Como usar este quadro de busca)