Amplificador Telefônico (ART2170)

Acompanhar a conversa telefônica é uma tarefa difícil se não tivermos um amplificador telefônico. Com ele, diversas pessoas numa sala podem ouvir o que e quem está do outro lado de linha diz sem a necessidade de todos colarem o ouvido no fone ao mesmo tempo, o que é impossível. O amplificador telefônico que descrevemos é alimentado à pilhas e tem excelente rendimento.

O amplificador telefônico que descrevemos tem pouquíssimos componentes, é alimentado por pilhas e tem uma potência da ordem de 1 W o que proporciona excelente volume num pequeno alto-falante.

Sua conexão é feita diretamente na linha telefônica o que proporciona maior ganho e evita os problemas de captação de zumbidos ou posicionamento que ocorrem com os captadores por meio de bobinas.

Evidentemente, este aparelho pode ser instalado em outros pontos de uma linha para realização de trabalhos de escuta, se bem que isso não seja recomendável por razões legais.

 

CARACTERÍSTICAS

Tensão de alimentação: 6 V

Potência de saída: 1 W

 

COMO FUNCIONA

O sinal da linha telefônica é levado ao amplificador por meio de um transformador.

O enrolamento de baixa impedância ligado à linha não impede a passagem de sinais e por isso o sistema dificilmente é detectado se usado como "grampo".

No enrolamento de alta impedância do transformador temos então um sinal que é aplicado via P1 a entrada do amplificador de áudio TDA 7052.

Este amplificador da Philips Components se caracteriza por sua não necessidade de componentes externos.

O próprio potenciômetro de volume faz a polarização de entrada e na saída temos um alto-falante e mais nada!

O capacitor C2 tem por função desacoplar a fonte de alimentação evitando instabilidade de funcionamen

 

MONTAGEM

Na figura 1 temos o diagrama completo do amplificador.

 

Figura 1 – Diagrama do amplificador
Figura 1 – Diagrama do amplificador

 

Na figura 2 temos a disposição dos componentes numa placa de circuito impresso.

 

Figura 2 – Placa para a montagem
Figura 2 – Placa para a montagem

 

Para o circuito integrado é importante usar um soquete.

O transformador é do tipo de saída para transistores com primário de 1 k ohms e secundário de 8 ohms, mas em princípio qualquer transformador com um enrolamento de alta e outro de baixa impedância pode ser usado.

Um transformador com primário de 110 V (ligado a Cl) e secundário de 5 a 9 V com 250 a 500 mA pode ser usado sem problemas neste projeto.

O eletrolítico é para 6 V ou mais e C1 é de poliéster ou cerâmico, P1 pode incluir a chave S1, caso o montador queira e o alto-falante deve ser capaz de operar com uma potência de 1 W.

 

PROVA E USO

Para provar, basta ligar o aparelho em série com a linha telefônica, e ligar S1.

Acionando o telefone e abrindo P1 devemos ouvir com clareza os sinais.

Não abra muito o volume com o fone perto pois pode ocorrer realimentação acústica (microfonia) com forte apito.

No uso devemos posicionar P1 para melhor escuta sem o problema de microfonia.

Este problema é reduzido com o afastamento do fone do alto-falante.

 

Semicondutores:

C1-1 - TDA 7052 - circuito integrado

 

Capacitores; (eletrolíticos para 6 V ou mais) l

C1 - 470 nF - cerâmico ou poliéster

C2 – 220 uF- eletrolítico

 

Resistores:

P1 - 100 K ohms - potenciômetro

 

Diversos:

T1 - transformador de 1 k ohms x 8 ohms - saída

S1 - interruptor simples

FTE - 8 ohms - alto-falante para 1 W

B1 - 6 V - 4 pilhas pequenas:ou médias

Diversos: placa de circuito impresso, soquete para o integrado, suporte para pilhas, caixa para montagem, botão para o potenciômetro, fios, solda, etc.

 

 


Opinião

O que vem pela frente (OP210)

Uma das características do Instituto Newton C. Braga é a manutenção do ritmo de suas realizações, independentemente do que se passa no nosso mundo. Não foi a pandemia, nem crises de qualquer tipo que alteraram nosso ritmo de trabalho.

Leia mais...

Localizador de Datasheets e Componentes


N° do componente 

(Como usar este quadro de busca)